Imprensa24h 18 de outubro de 2018
Em entrevista concedida nesta quinta-feira, 18, à Rádio Xodó FM Nossa Senhora do Socorro, o governador Belivaldo Chagas, na condição de candidato à reeleição, tratou da conjuntura política no Estado, de realizações de sua gestão à frente do Governo de Sergipe e pediu empenho à sociedade sergipana no combate à divulgação de notícias falsas, as fake news.
“Fico triste e preocupado com o que estou vendo hoje em Sergipe. O que fizeram essa semana, com a divulgação de fotos de crianças com informações falsas de que estavam sendo sequestradas e assassinadas, cabeça de criança em bandeja, isso é triste, horrível. Com que objetivo? Desestabilizar a sociedade e o trabalho da segurança pública? Que nível de desespero é esse, que violência é essa?”, questionou o governador.
Para Belivaldo, é preciso que todos que usam as redes sociais e aplicativos e mensagens instantâneas tenham responsabilidade e busquem saber se há veracidade no fato ou notícia que vai compartilhar. “Faço aqui um apelo à sociedade: não entre nessa onda de fake news. Evitem criar esse clima de terror que mexe com o sentimento da sociedade e mobiliza, de forma desnecessária, os órgãos da segurança pública”.
Questionado quanto a um suposto acordo político com André Moura, o governador rechaçou tal afirmação e ressaltou que o deputado federal, por iniciativa própria, divulgou nota à imprensa para afirmar não ter compromisso com candidaturas ao governo do Estado neste segundo turno.
Belivaldo enfatizou não ter feito nenhum tipo de acordo com André Moura e que, pela imprensa, soube que o deputado está em Brasília colaborando com a campanha de Bolsonaro e só retorna a Sergipe no dia da eleição.
“O que há, de fato, é que prefeitos e lideranças políticas em todo Estado estão comparando o estilo e a maneira de ser dos dois candidatos e têm feito suas escolhas. Tem prefeito que apoiou André e Eduardo e agora apoia Valadares Filho, assim como outros declaram que votam em Belivaldo. É natural e faz parte do processo político. A aliança principal que tinha que fazer já fiz e é com a população do Estado de Sergipe”, ressaltou o governador.
Além de tratar de política, o governador aproveitou a entrevista para refirmar, junto à população, sua maneira de ser e de agir à frente da gestão pública. Como exemplo de seu estilo de gestão, Belivaldo destacou o “destravamento” da carreira do magistério.
“É por isso que digo que cheguei pra resolver. A categoria do magistério reclama do achatamento da carreira e com razão. Mas o governador Belivaldo Chagas, que chegou pra resolver, encaminhou projeto de lei à Assembleia, que o aprovou e nós já sancionamos e publicamos no Diário Oficial, que garante o escalonamento da carreira dos professores. Não é ainda o ideal, mas já conseguimos destravar o achatamento da categoria. Já é lei”, frisou o governador.
Ao se despedir dos ouvintes e internautas que acompanharam a entrevista, Belivaldo agradeceu os votos recebidos no primeiro turno, reafirmou o compromisso de trabalhar pelo desenvolvimento social e econômico do Estado, e pediu aos eleitores que lhe confiem o voto no próximo dia 28 de outubro. “E sigamos juntos, com fé em Deus e com o apoio do povo, rumo a mais uma vitória nas urnas”, conclamou o governador.
Foto Marcos Rodrigues

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*