Imprensa24h 19 de outubro de 2018
Nesta sexta-feira, 19, o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) determinou ao Facebook Serviços Online do Brasil Ltda que remova conteúdo postado e patrocinado de forma irregular por perfil anônimo na referida rede social, cujo conteúdo, inverídico, ofende a imagem de Belivaldo Chagas perante os eleitores de Sergipe.
A coligação encabeçada pelo governador, candidato à reeleição, acionou à Justiça Eleitoral para que a corte determinasse ao Facebook a retirada, imediata, da notícia falsa que trata de um suposto apoio do deputado André Moura, nesse segundo turno, a Belivaldo Chagas, publicada pelo perfil anônimo “Tô de Olho”.
A defesa do candidato à reeleição sustentou junto ao TRE/SE que a intenção do perfil era a de distorcer a imagem de Belivaldo Chagas ao publicar notícia falsa, haja vista não haver acordo politico entre o deputado André Moura e o governador Belivaldo Chagas, conforme atesta decisão da Justiça Eleitoral, também publicada nesta sexta-feira (19) em um outro processo movido pela coligação governista contra o candidato Valadares Filho.
“No caso posto, vislumbro, nesse juízo superficial, que a postagem não condiz com a verdade dos fatos porquanto o próprio André Moura divulgou, através de sua assessoria de imprensa, esclarecimento sobre seu único apoio nesse segundo turno, que será para o candidato Jair Bolsonaro para o cargo de Presidente da República”, afirma o Juiz Relator Fábio Cordeiro de Lima em sua decisão contra o Facebook.

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*