G4 realiza fiscalização na Detur e revela problemas no serviço à população

A deputada estadual Kitty Lima (Rede) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para denunciar os problemas enfrentados pela população que se dirige até a Delegacia Especial de Turismo (Detur), na Orla de Atalaia, após a unificação das delegacias da Zona Sul anunciada pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP). 

A parlamentar, acompanhada pelos demais membros do G4 (Georgeo Passos, Dr. Samuel Carvalho e Rodrigo Valadares) esteve no local na última segunda-feira, 15, para fiscalizar o serviço que é prestado à população. A visita fez parte da série de ações que o grupo vem desenvolvendo em todo o Estado com o objetivo de detectar as falhas da administração pública e fazer a cobrança das devidas providências às autoridades competentes.

Na oportunidade, os deputados identificaram que a Detur está realizando apenas a confecção de Boletins de Ocorrência (B.O.), enquanto os casos de flagrante estão sendo encaminhados para a delegacia plantonista na Zona Norte.

“É uma situação complicada para quem precisa desse serviço e que só comprova que essa unificação das delegacias, com a promessa de agilizar os procedimentos na segurança pública, na verdade não ajudou em nada à população. É lamentável a gente ver que a segurança pública do nosso estado está sendo tratada de uma forma tão banal como esta”, lamentou Kitty.

Durante seu pronunciamento a parlamentar exibiu um vídeo da fiscalização. Nele, o deputado estadual Rodrigo Valadares também lamentou o fato da Detur, que atende toda à população do Zona Sul de Aracaju, não estar funcionando, na prática, em regime de plantão.

“Fomos informados durante a nossa fiscalização que essa delegacia funciona em regime de plantão, porém, o plantão na Detur é apenas para lavrar boletim de ocorrência. Nos casos de flagrante o policial tem que se deslocar até a delegacia plantonista na Zona Norte para registrar o ocorrido”, pontuou.

“A reclamação é muito grande porque para lavrar o flagrante o policial tem que se deslocar até o outro lado da cidade, uma situação que dificulta a ação dos policiais e um desrespeito à população”, disse Dr. Samuel Carvalho no vídeo.

Já o deputado estadual Georgeo Passos cobrou da SSP uma solução para o problema.

G4 realiza fiscalização na Detur e revela problemas no serviço à população

“Queremos saber da Secretaria de Segurança Pública quando ela vai abrir uma outra delegacia plantonista ou Central de Flagrantes para atender a Grande Aracaju. Precisamos dar essa resposta à população porque é ela quem mais sofre com essa desassistência”, questionou.

O papel fiscalizador do G4 foi reforçado no discurso da deputada Kitty Lima, que pontuou ainda os prejuízos gerados ao erário por conta da problemática envolvendo a Detur.

“Uma delegacia estar em regime de 24 horas apenas para fazer boletim de ocorrência não resolve a situação porque os policiais continuam com a mesma dificuldade de antes. Se eles fazem alguma apreensão em flagrante na Zona Sul de Aracaju precisam se descolar até a delegacia plantonista na Zona Norte para registrar o caso, o que eleva o gasto com gasolina das viaturas e o tempo de atendimento à ocorrência. Essa unificação não resolveu nada, o problema continua e agora ainda pior, já que está trazendo ainda mais despesa com locomoção para os cofres públicos”, finalizou Kitty Lima.

Ascom Kitty Lima

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h