Imprensa24h 16 de agosto de 2018

Governo nomeia mais 40 novos agentes da Polícia Civil: Estado atinge reta final de nomeações e chega a quase 450 nomeações de agentes e escrivães

Foi divulgada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (16) a nomeação de mais 40 novos agentes da Polícia Civil de Sergipe. É a penúltima convocação antes da lista de quase 450 agentes e escrivães ser finalizada. Todos foram formados na Academia da Polícia Civil, no início de 2016.

Restam apenas 54 formados pela Acadepol, todos em condição de “final de lista”, quando o candidato, por vontade própria, pede formalmente à administração pública que adie sua convocação.

O governador Belivaldo Chagas disse que o investimento que tem sido feito nos últimos dois anos na Polícia Civil, em tecnologia e inteligência trouxe um impacto claro no combate ao crime no estado. “O trabalho integrado tem sido uma constante entre as polícias. Novos agentes fortaleceram cidades pequenas, onde não havia investigações bem sucedidas. Aperfeiçoaram atuação em Delegacias Regionais. Hoje, unidades especializadas como o DHPP [Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa] e Denarc [Departamento de Narcóticos] têm mostrado que a redução dos números de crimes violentos em Sergipe não é coincidência, mas resultado de um trabalho planejado”, explicou Belivaldo Chagas.

Belivaldo reforçou ainda que prometeu à sociedade sergipana “que iria priorizar a segurança. Os resultados começam a aparecer. Os candidatos estão felizes porque garantiram o seu emprego, mas o ganho mesmo é para população. Estamos diminuindo cada vez mais os índices de violência”, reforçou o governador Belivaldo Chagas. “Eu prometi e estou cumprindo”, finaliza o governador.

Segundo o secretário João Eloy, já há uma determinação do governador para que estes últimos candidatos sejam imediatamente chamados. “Ainda assim, mesmo sabendo que este último grupo geralmente é composto por pessoas nomeadas em outros concursos, procederemos com as convocações imediatas nos próximos dias para concluir todas as convocações”, adiantou o secretário da Segurança Pública, João Eloy.

Os cerca de 450 novos agentes e escrivães proporcionaram, desde a homologação do concurso, há dois anos, um impacto importante nos serviços da Polícia Civil em Sergipe. Os novos policiais civis são lotados inicialmente em cidades do interior, que contaram com um reforço importante das investigações.

Além de reforçarem as Delegacias Regionais e Distritais das cidades do interior, também ocuparam espaço em Delegacias Metropolitanas em Aracaju, Divisão de Inteligência e Departamentos Especializados, como o DHPP e Denarc.

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*