Pular para o conteúdo
Início » 8º Congresso Norte/Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde acontecera em Aracaju

8º Congresso Norte/Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde acontecera em Aracaju

Aracaju sediará o 8º Congresso Norte/Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde. O lançamento da edição ocorreu na manhã desta quarta-feira, 15, durante a 178ª Assembleia Geral do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Sergipe, que contou com a participação do prefeito Edvaldo Nogueira. Marcado para acontecer entre os dias 3 a 5 de novembro deste ano, o evento reunirá gestores municipais para debater sobre as perspectivas de políticas de saúde para as cidades.

“É com grande felicidade que acompanho hoje o lançamento deste congresso, dada a importância que ele tem para a construção de uma saúde mais eficiente à população brasileira. Sem dúvida alguma, nossa cidade fará um grande evento e a Prefeitura dará todo o apoio necessário para que seja um sucesso, para que os gestores do Norte e Nordeste possam se reunir e discutir os avanços para as redes municipais dessas regiões. Os municípios precisam ganhar, voz, cada vez mais. Eles precisam se tornar o centro do atendimento à saúde, porque é nas cidades onde os serviços são prestados. E o congresso será uma porta para a ampliação desta discussão”, afirmou Edvaldo, que defendeu a importância do Sistema Único de Saúde e da pactuação federativa “para dar maior protagonismo aos municípios”.

Em seu discurso, o prefeito destacou, também, o “grande trabalho” realizado pela secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, que teve papel fundamental para a escolha da cidade. “Waneska tem feito um trabalho que é visto hoje como referência para o Brasil. E foi justamente a apresentação das ações que estão sendo desenvolvidas em nossa capital nos últimos anos, como a implantação do prontuário eletrônico, nosso enfrentamento à pandemia, que nos credenciou para sermos anfitriões do evento”, reforçou.

Ao citar os avanços em Aracaju, Edvaldo agradeceu, ainda, a parceria com o Governo do Estado. “Agradeço à secretária Mércia e ao governador Belivaldo Chagas pela parceria,  especialmente, no combate à pandemia, quando trabalhamos de mãos dadas, cada um fazendo a sua parte, garantindo que Aracaju tivesse um dos menores índices de letalidade do país, por coronavírus.Aracaju e Sergipe são exemplo de convivência pacífica e de respeito ao papel de cada um”, ressaltou.

Congresso

A oitava edição do Congresso Norte/Nordeste de Secretarias Municipais de Saúde será realizada no Centro de Convenções, de 3 a 5 de novembro. A expectativa é que o evento reúna mais de dois mil gestores das regiões Norte e Nordeste, para debater sobre políticas públicas para a Saúde, além de proporcionar o compartilhamento de experiências exitosas entre os municípios e avaliações de cenários para garantir os avanços das redes municipais.

“Será um grande evento, não só a nível municipal, mas estadual e nacional. Vamos organizá-lo com muito capricho para recepcionar mais de duas mil pessoas do Norte e Nordeste para que possamos discutir políticas públicas, encaminhamentos que sejam, realmente, para a nossa população brasileira. Então, a nossa expectativa é muito grande e será uma grande satisfação receber estes visitantes, para que Aracaju possa mostrar suas belezas, também, trazendo resultados positivos para a Saúde, mas, também, do ponto de vista da cidade como um todo”, destacou a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza.

Da mesma forma, o secretário executivo do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira, expressou sua satisfação por Aracaju ter sido escolhida para sediar o congresso. “Inclusive, já nos comprometemos em trazer o Conares, que é o nosso colegiado maior e que tem mais representantes da nossa diretoria, além de secretários de todo o país. Em novembro, nós estaremos aqui, o Brasil vai estar aqui com sua representação para discutir sobre a Saúde, até porque, neste evento, vamos nos preparar para fazer indicações para os próximos governantes de cada território, aqueles que vão assumir, a partir de janeiro, o comando no Ministério da Saúde. E, em nome dos municípios representados, apresentaremos nossos pleitos, nossas necessidades”, detalhou.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter