Pular para o conteúdo
Início » Abril Verde: Campanha alerta para a importância da segurança e saúde do trabalhador

Abril Verde: Campanha alerta para a importância da segurança e saúde do trabalhador

Em Sergipe, pelo menos 1.388 profissionais sofreram algum tipo de agravo relacionado ao trabalho em 2021. O dado do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) vem para reforçar ainda mais a necessidade do diálogo sobre a importância da segurança e saúde do trabalhador. Em consonância com isso, foi lançada nesta segunda-feira, 04, a campanha Abril Verde, e como ato simbólico, o Centro Administrativo da Saúde (CAS), sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), foi iluminado para marcar o mês de Atenção às Vítimas de Acidente de Trabalho.

O lançamento da campanha foi realizado pelo Grupo de Trabalho Interinstitucional da 20ª Região (Getrin20), que vem contribuindo com a implementação de políticas públicas na área de saúde e segurança do trabalho, promovendo o diálogo com a sociedade e envolvendo instituições públicas e privadas.

O Getrin20 é composto pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (TRT20), o Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT/SE), a Superintendência Regional do Trabalho (SRT/SE), a Advocacia-Geral da União em Sergipe (AGU), o Serviço Social da Indústria (SESI/SE) e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Sergipe (OAB/SE).

Durante cerimônia de abertura, a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa destacou que o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT/SES), o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST/SES) e o Núcleo de Atenção à Saúde do Trabalhador (NAST/SES) são fundamentais, estando a frente de ações efetivas do estado para segurança e saúde do trabalhador. Além disso, a secretária também destacou a atuação do Getrin.

“Abril é o mês alusivo, mas o trabalho que temos que desenvolver junto aos servidores tem que ser diário. A conscientização dos empregadores e, principalmente, dos servidores com relação a preocupação que cada um deve ter, por exemplo, com a utilização de Equipamento de Proteção Individual deve ser contínua, como fazemos. O Getrin20 realiza um trabalho magnífico, quando se trabalha de forma intersetorial nós temos tudo para avançar. Cada um com a sua expertise, seu olhar para ser transformadores de realidades”, disse Feitosa.

O procurador do Trabalho do Ministério Público do Trabalho em Sergipe, Marcio Amazonas Cabral de Andrade, chamou atenção para estatísticas importantes sobre acidentes e mortes no trabalho no Brasil. “Foi preciso uma pandemia mundial e longa para que percebêssemos como é importante ter um pouco mais de saúde e segurança no ambiente de trabalho. Não é demais lembrar que estamos em um país que a cada 50 segundos acontece um acidente no trabalho, e que a cada três horas um trabalhador morre. É importante saber que todos nós estamos unidos a favor dessa causa comum, e que juntos nós vamos melhorar o ambiente de trabalho de nossa sociedade”, frisou.

O Brasil está como o 4º colocado no ranking mundial de acidentes fatais de trabalho, com quase quatro mil mortes anuais. Em Sergipe, conforme os dados levantados pela Secretaria de Estado da Saúde, através do Sinan, de 2017 a 2021, no total, 2076 trabalhadores foram vítimas de acidente de trabalho c/exposição a material biológico. Neste mesmo período, 1.902 trabalhadores foram vítimas de acidentes de trabalho grave; 2 tiveram câncer relacionado ao trabalho; 10 trabalhadores tiveram dermatoses ocupacionais; 93 tiveram intoxicação exógenas; 105 tiveram LER/DORT; 55 tiveram perda auditiva induzida por ruído; 2 tiveram pneumoconiose e 45 foram diagnosticados com transtorno mental.

As autoridades presentes, além de comentar sobre o cenário, também reforçaram a importância de meios para prevenir os acidentes no trabalho, envolvendo os conceitos de proteção e de precaução. “É importante chamar a atenção da população para esses altos índices que são alarmantes no nosso país de acidentes e adoecimento do trabalhador, para que possamos nos unir e evitar com a prevenção, que é a ação mais eficaz. Ressalto a importância das instituições presentes para sensibilizar a sociedade e reduzir consideravelmente esses acidentes”, destacou a Superintendente Regional do Trabalho em Sergipe, Celuta Cruz Moraes Krauss.

O mês verde chama atenção para esse assunto necessário que pode salvar vidas. Datas como 07 de abril, Dia Mundial da saúde, que tem como objetivo conscientizar a população a respeito da qualidade de vida e dos diferentes fatores que afetam a saúde populacional, bem como 28 de abril, Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho marcam a luta pela causa.

Autoridades presentes

Além da secretária de Estado da Saúde, do procurador do Trabalho, e a Superintendente Regional do Trabalho em Sergipe, também participaram da abertura o Desembargador Thenisson Santana Dória, gestor regional do Programa Trabalho Seguro, instituído pelo Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região; A juíza do trabalho, Eleusa Maria do Valle Passos; o representante da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Sergipe, Marcos D´Ávila Melo Fernandes, Presidente da Comissão de Direitos Sociais e Segurança do Trabalho, a juíza Eleusa Maria do Valle Passos e o Superintendente Regional do SESI, Acrizio José Campos Souza.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter