Adilson Júnior felicita pescadores e lamenta a desvalorização que recebem em São Cristóvão

Nesta segunda-feira, 29, comemora-se o Dia dos Pescadores. Em celebração a este dia, o pré-candidato a prefeito de São Cristóvão, Adilson Júnior, vem apresentar suas felicitações aos homenageados.

“Este é um dia especial, comemorativo a pessoas que executam um trabalho histórico. Os pescadores são personagens sábios, conhecedores da natureza e de suas particularidades, tiram o sustento dos rios, lagos e mares com respeito e consciência, por isso, desejo aqui minhas fiéis felicitações”, declarou

Aproveitando a ocasião, o pré-candidato lamentou a desvalorização que esta classe trabalhista recebeu do município, em tempos de dificuldades.

“Em São Cristóvão, a pescaria é muito presente e de grande importância. Além de servir de mantimento para milhares de pessoas, é uma das iguarias mais atrativas da culinária regional, presente nos restaurantes que abastece a população e turistas. Lamentavelmente, sofreram com o descaso do prefeito Marcos Santana no desastre ambiental que deixou as águas com manchas de óleo”.

O fato relatado por Adilson, trata-se da omissão do prefeito citado, quando deveria relatar ao IBAMA da presença de óleo no Rio Vaza Barris e não o fez, por priorizar uma festa turística. Com a ação, mais de 1.700 pescadores foram penalizados, não receberam o Auxílio Emergencial Pecuniário e, consequentemente, não tiveram o sustento de suas famílias.

“Não bastando a incerteza e desafio que o exercício transmite a estes pais de família, tiveram que conviver com a ausência de compromisso político e o desespero de não garantir o pão de cada dia em suas mesas. Sei que isso está marcado entre os pescadores e, por isso, me solidarizo neste dia comemorativo a eles”, destacou Adilson.

Na época, o prefeito relatou ainda que a liberação dos recursos e problemas causados pelas manchas não eram de responsabilidade do município. Porém, ao afirmar que não havia a presença de óleo em São Cristóvão, Marcos Santana dificultou a liberação do auxílio.

“Como um problema que afeta populares do município não diz respeito ao gestor? O prefeito precisa entender que não é certo fazer um governo fechado, sem a participação da população e sem ouvir quais são suas reais necessidades”, finalizou.

 

 

 

 

Reprodução autorizada mediante citação da fonte: Imprensa 24h

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta