Aedes aegypti: São Cristóvão apresenta queda no índice de infestação

São Cristóvão apresentou uma queda de 60% no índice de infestação da dengue. Segundo o novo levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), o município passou de 2,0, índice de médio risco, no início do ano, para 0,8 no final do ano, índice considerado de baixo risco.

De acordo com os dados do LIRAs’s por localidades de cobertura é possível verificar que o estrato que engloba a sede da cidade apresentou risco alto nos quatro primeiros ciclos e médio no quinto e sexto ciclos do ano. Já no estrato dois, que engloba Madre Paulina, Luiz Alves, Tijuquinha, Eduardo Gomes e Lafaite Coutinho, o risco se manteve baixo em cinco ciclos pesquisados, apresentando risco médio em apenas um. Já no estrato três que contempla apenas o Rosa Maria, o foi baixo durante todo o ano, o mesmo aconteceu no estrato quatro, que se refere ao Rosa Elze e Jardim Universitário.

“A prefeitura vem desenvolvendo ações e se organizando cada vez mais para controle desta endemia. Mas alertamos que este trabalho é contínuo e deve acontecer todos os dias dentro de cada casa. A pesquisa nos mostrou que a grande maioria dos criadouros encontrados são em locais onde a população armazena água para consumo, o Tipo A2, que são depósitos ao nível do solo para armazenamento doméstico” como caixas d’água, baldes, bacias”, criadouros possíveis de ser evitados”, observou a coordenadora de vigilância em saúde ambiental, Elis Correia.

Combate

Com o objetivo de propor uma operacionalização de ações integradas entre Secretarias Municipais e em conjunto com a população para o trabalho de prevenção e combate à dengue no município de São Cristóvão, a Prefeitura no mês de setembro formou um grupo de trabalho intersetorial para construção e efetivação do plano de ação “Mãos dadas contra a Dengue”.

Foi pactuada entre as secretarias a priorização de demandas que envolvam o combate a esta endemia, bem como a articulação e realização de ações em Saúde e Educação, Serviços Urbanos e Sociais acompanhadas da criação de campanha publicitária sobre a Dengue.

Segundo a coordenadora, a Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem realizado ações contínuas no combate ao mosquito. “No decorrer de um mês e meio de operacionalização do plano, foi realizado mutirão com equipe de saúde e da Secretaria de Serviços Urbanos (Semsurb) na Enseada, além de diversas palestras e ações nas escolas e nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Também percorremos as Unidades de Saúde apresentando os dados e dialogando com as equipes para o fortalecimento da prevenção nas residências e identificação de casos suspeitos para notificação”, pontuou.

 

 

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta