Pular para o conteúdo
Início » As disputas internas do União Brasil e o fortalecimento de Rodrigo Valadares

As disputas internas do União Brasil e o fortalecimento de Rodrigo Valadares

O União Brasil em Sergipe tem sido palco de tensões internas entre os principais nomes para a corrida à Câmara Federal. O atual deputado estadual da sigla e pré-candidato a federal Rodrigo Valadares tem sido um dos principais pivôs das disputas no União e o que mais fortalece a pré-campanha. Articulado, Valadares tem cooptado lideranças fundamentais do núcleo de Fábio Henrique, sobretudo em Socorro, que é reduto eleitoral do deputado federal que busca reeleição no UB.

As investidas de Rodrigo têm provocado um movimento que vem enfraquecendo o projeto político de Fábio, tornando cada vez mais inviável sua reeleição. No alto escalão político, já é unânime que os nomes mais fortes do União Brasil são André Moura, Rodrigo e somente depois Fábio e Antônio Nery. Acredita-se também que o UB deverá eleger um ou dois deputados federais, sendo Moura um dos mais bem cotados e Valadares, que justamente com Toinho Nery estava distante de Fábio, agora já se posiciona com chances reais de se aproximar de André Moura. E caso o ex-líder de Michel Temer lance sua filha, Yandra Barreto, em seu lugar, em função de uma possível inelegibilidade, RV deverá ser o mais votado do União Brasil.

Nessa corrida interna, Rodrigo Valadares tem saído na frente para ser o segundo eleito da agremiação, ao conquistar apoios que antes sustentavam as candidaturas de Fábio Henrique. Além de trazer para o seu projeto em 2022 o Major Toledo, articulador da campanha municipal em 2020 de Henrique, Valadares também trouxe dois vereadores que antes seguiam com o deputado federal socorrense, dentre outras lideranças. O crescimento da debandada da pré-campanha de Fábio fortalece a tese de que sua campanha é inviável e, é evidente que como a crença de que sua reeleição é extremamente difícil, novas baixas devem ocorrer em cadeia.

 

Fonte: Revista Realce