Beco do Amor se consolida como espaço cultural durante o FASC

Na última edição do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC) um novo espaço movimentou a cidade trazendo atrações sergipanas e resgatando as tradições que ocorriam na Cidade Mãe na década de 1990. Neste ano, o ‘Beco do Amor’, que fica localizado no Largo do Amparo permanece sendo um dos espaços de vivência do Festival, animando os amantes da música e da poesia que transitarão na cidade durante os quatro dias de evento.

O local já serviu de palco para apresentações e projetos musicais no passado, e justamente por ser uma região que agregava muitas pessoas acabou ganhando o apelido carinhoso. Para resgatar essa essência e movimentar aquela região do Centro Histórico a Prefeitura Municipal vem desde o ano passado promovendo atividades no local durante o FASC. Para a 36° edição, o ‘Beco do Amor’ contará com a participação de artistas contemplados tanto pelo edital do próprio Festival, quanto por aqueles provenientes da seletiva da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal de Sergipe (PROEX/UFS). Segundo o produtor do FASC, Antonio Mariano Soares, o espaço se caracteriza por reunir artistas sergipanos, sobretudo aqueles que estão no início da carreira.

“Nós criamos esse espaço alternativo da música para que as pessoas frequentar esse espaço e movimentar ainda mais o Centro Histórico. É um espaço voltado para artistas locais, principalmente para os que estão começando, por isso nós disponibilizamos esse espaço para artistas da UFS. É um local que vai reunir artesanato, música, literatura e poesia”, explicou o produtor.

Também serão desenvolvidas atividades na Igreja do Amparo, como desfile sobre o artesanato local. No entorno do espaço, um restaurante com comidas populares e a casa de antiguidades também estarão repletos de atividades que prometem atrair os visitantes durante o FASC.

Atrações

O espaço contará com atrações durante os quatro dias do Festival, dentre elas, Jaque Barroso feat. Radiola Jamaicana, que se apresenta na sexta-feira, às 15h. Iniciado em 2017, mas com parceria lançada em 2018, o duo traz ao palco uma proposta criativa e original que promove um diálogo entre ritos da cultura popular e novas tecnologias eletrônicas e referências do Sound system. O projeto é fruto de uma intensa pesquisa que valoriza a convergência de linguagens musicais, através de um repertório que inclui músicas autorais e releituras que se destacam pela combinação de sonoridades.

Suas músicas também unem elementos afrofuturistas com cultura popular e trarão uma pegada especial para o FASC, inclusive com lançamento de música. “Estamos preparando um repertório especial nessa vertente do afrofuturismo e ancestralidade com o sound system. Iremos colocar várias músicas que unem as sonoridades de coco, ragga, dub, drumbass, com repertório voltado para a ancestralidade negra, resistência cultural, empoderamento feminino e empoderamento negro. Teremos música nova lançada no Festival, e o repertório está lindo. Queremos ver os nossos em lugares que são nossos e o FASC está trazendo isso para gente”, detalhou Jaque, que se apresenta pela primeira vez no evento.

Quem também se apresenta no Beco do Amor trazendo canções inéditas é a banda Snooze. Com 25 anos de estrada, a banda pioneira no gênero indie rock no Nordeste construiu em Sergipe uma carreira sólida, autoproduzindo seus próprios shows, trabalhando com bandas de outros estados e traz seus sucessos pela primeira vez para a Cidade Mãe.

Segundo Fabio Snoozer, vocalista da banda, o quarteto preparou um repertório especial para o FASC, que unirão canções inéditas e alguns hits autorais já consolidados. “O FASC é um evento que traz várias vertentes e reúne pessoas atraídas por vários segmentos. Muitas pessoas da nova geração ainda não conhece a Snooze, e essa é uma oportunidade de mostrar nosso som para elas, por isso estamos preparando um repertório especial para o Festival. Estamos com uma expectativa muito grande para o evento, porque será também um momento de retomada das nossas  produções”, explicou Fabio.

 

PROGRAMAÇÃO DO BECO DO AMOR:

QUINTA (14)

17h Trança da Caipora

18h Lucas Rocha – Recital de poesia “Quando eu me engoli”

18h30 Vinicius Crispim

19h30 Banda Ógoòlu

20h30 Banda Permeia

 

SEXTA (15)

15h Jaque Barroso feat. Radiola Jamaicana

16h30 Café Sexy

18h Snooze

 

SÁBADO (16)

15h Dudu Prudente e Projeto Passe

16:30h Madame Javali

18h Paulinho Acústico

 

DOMINGO (17)

14h Bruxas do Cangaço convidam – Batalha de Slam

15h Usina Sound

16:30h Taco de Golfe

18h Pseudobanda e O Inferno Coletivo

 

 

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta