Belivaldo entrega Centro de Convenções e reposiciona Sergipe no mapa do Turismo de Negócios brasileiro

Valor da reforma e ampliação do CCS foi de aproximadamente R$ 30 milhões. Com as obras concluídas pelo Governo de Sergipe, o equipamento foi entregue à empresa que assumirá a gestão do espaço por meio de parceria público-privada

Na manhã desta segunda-feira, 09, o governador Belivaldo Chagas entregou a reforma e ampliação do Centro de Convenções de Sergipe (CCS), ao lado do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto. O equipamento traz como principal objetivo a potencialização do turismo de Negócios em Sergipe, tornando o estado mais competitivo na captação de grandes eventos corporativos nos mais diversos segmentos. A intervenção possibilitará, ainda, que o espaço seja um dos mais modernos do Nordeste.

“Estamos entregando o Centro de Convenções de forma programada, com a estrutura física pronta, em um investimento de R$ 30 milhões, dentro da parceria firmada com o grupo AM Malls. Para nós, é extremamente importante essa parceria público-privada. Este momento se divide no agora, que é a entrega deste equipamento, e no futuro próximo, que é do seu funcionamento. Com a concessão, a gente já começa com uma economia de cerca de R$ 10 milhões, que serão investidos pela empresa para equipar o espaço e esse valor não precisa sair do Estado”, afirmou o governador.

O ministro do Turismo destacou a importância do Centro para o estado. “Sergipe tinha essa lacuna. Agora, o estado tem o seu CCS, com a mesma qualidade dos maiores centros de convenções da América Latina. O Brasil é uma miscelânea de oportunidades e isso se faz presente, agora, aqui em Aracaju. Está de parabéns todo povo de Sergipe”, afirmou Gilson Machado Neto.

O valor total excetuado na reforma e ampliação do CCS foi de aproximadamente R$ 30 milhões, recursos estaduais e federais. A obra foi realizada pelo Governo do Estado, por meio da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), e da Secretaria de Estado do Turismo de Sergipe (Setur).

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Sergipe (ABHI/SE), Antônio Carlos Franco Sobrinho, ressaltou os impactos positivos do investimento. “Hoje, o momento é de agradecer ao governo, agradecer a toda a sua equipe pela entrega do Centro de Convenções. Hoje, nós podemos dizer que Sergipe vai buscar voltar à rota dos grandes eventos e grandes feiras nacionais, que trazem turistas para o nosso estado, movimentam a economia, isso é muito positivo nesse momento que a gente está buscando uma retomada no setor turismo. Historicamente, Sergipe sempre foi muito forte no turismo corporativo, no turismo de eventos. Com a abertura deste centro, a gente espera que, após buscarmos esses eventos, poder movimentar e utilizar esse espaço que vai ser fundamental para retomada econômica do nosso estado”, colocou.

Também presente na cerimônia, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, vê a reforma do espaço como uma alavanca para o turismo sergipano. “Poder acompanhar a entrega deste empreendimento é um momento de muita satisfação, de alegria e de esperança. Esperança esta que foi impressa pelo governador Belivaldo Chagas, ao encarar esta obra. Nada melhor do que o momento em que vivemos para inaugurar o espaço e ver, através de uma Parceria Público-Privada, uma empresa sergipana atuar neste projeto, que prepara nosso Estado para o processo de retomada do progresso”, destacou o gestor da capital em sua participação.

Após a assinatura do contrato de concessão, o Centro de Convenções de Sergipe AM Malls passará a ser administrado pela empresa de mesmo nome, vencedora da licitação correspondente, por meio da Sociedade de Propósito Específico (SPE) Centro de Convenções AM Malls, que deverá investir na adequação dos espaços à modelagem operacional. A AM Malls possui mais de 25 anos de atuação nas áreas de administração, planejamento, desenvolvimento e comercialização de shoppings centers e empreendimentos imobiliários comerciais.

Antônio Mamede, CEO do grupo AM Malls, também pontuou os benefícios da parceria firmada entre a empresa e o Estado. “Nossa expectativa é oferecer, através dessa parceria público-privada, o maior espaço de atrações corporativas para o estado, incluindo o Centro de Convenções AM Malls Sergipe no hall de maiores do Brasil e Sergipe no celeiro capaz de sediar os mais grandiosos eventos, tais como, feiras nacionais e internacionais, congressos, seminários, palestras, shows, entre outras atrações realizadas no país”, afirmou. O empresário destacou, ainda, práticas de sustentabilidade incorporadas no equipamento e a plataforma tecnológica usada pela empresa. “Além de entretenimento e atividades corporativas, iremos preparar o Centro de Convenções com as melhores práticas de sustentabilidade, a fim de economizar recursos, gerando menos desperdício de matéria-prima, visando a contribuir com o equilíbrio ambiental. E, seguindo uma tendência mundial, a plataforma tecnológica que já usamos contribuirá para impulsionar muitas histórias de sucesso. Nossa solução otimizada para transformar dados em informação, direcionar a gestão estratégias de recursos e inteligência de negócios, mapeando tendência, acompanhando e medindo o relacionamento com nossos clientes e parceiros. Temos a preocupação e pretendemos trabalhar em projetos que visem também o desenvolvimento econômico como também o social e cultural. Vamos resgatar esse importante e tradicional empreendimento e oferecer segurança e conveniência aos moradores de Sergipe, atendendo a cadeia produtiva do turismo e de toda a economia do estado, gerando emprego e renda”, destacou o CEO.

Segundo o superintendente do Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas, Oliveira Júnior, o contrato possibilitará, além de receita proporcional, uma grande economia aos cofres públicos. “Tem um benefício adicional muito grande, já que deixa de ser responsabilidade do governo o custo de manutenção mensal de um equipamento como esse, que ao longo dos 25 anos de contrato poderia chegar a mais de R$ 120 milhões. E a empresa terá que investir aproximadamente R$ 10 milhões para fazer a parte que ainda falta, que é a parte de mobiliário, elevadores, escadas rolantes, sinalização, áudio e vídeo e alguns equipamentos de segurança. E todos esses itens serão no primeiro ano e, nos anos seguintes, a empresa se obriga a manter esses investimentos da mesma forma até o final do contrato”, explicou Oliveira Júnior.

Serviços

A reforma realizada pelo governo de Sergipe possibilitou a ampliação da área construída em mais de 78% (6.183,37 m² a mais), passando de 7.926,82 m² para 14.110,19 m². Já a área total é de 23.287,04 m².

Dentre as principais intervenções, está a construção de um novo pavilhão. O pavilhão principal do CCS tem capacidade para 6.500 pessoas em pé ou 4.500 pessoas sentadas. Já o pavilhão novo está apto a receber 1.500 sentadas ou 2.000 pessoas em pé. Nos demais auditórios, há a disponibilidade para 570 pessoas sentadas. Ao todo, o CCS tem capacidade para receber cerca de 8.500 pessoas em pé e 6.570 sentadas. O pavilhão estará habilitado para a realização de grandes eventos (feiras, exposições, espetáculos).

No pavimento térreo, foram implantadas 130 novas vagas para veículos, sendo quatro de acessibilidade, totalizando 196 vagas de estacionamentos, das quais 100 são cobertas. Um acréscimo de 196%, já que, anteriormente, eram 66 vagas. Toda a estrutura física foi reformada, abrangendo uma área de 5.050 m² no pavimento térreo, dotada de um pórtico de acesso avarandado, recepção, bilheteria, credenciamento, setor administrativo, conjuntos de sanitários, depósitos, espaço para preparo de refeições e coquetéis, sala para cocção e espaço para equipe de apoio.

O espaço recebeu, ainda, pontos de energia elétrica de fácil acesso com corrente elétrica 220 volts; pontos de água ao longo do conjunto do edifício; sistema de prevenção de incêndio/segurança e portas corta fogo; banheiros externos para equipes de montagem; conjunto de sanitários; detalhes para acessibilidade universal com rampas e sanitários adaptados. Foi realizada, também, a reforma completa da estrutura administrativa no pavimento térreo, incluindo salas de departamentos (diretorias, gerências, segurança, limpeza, guarda-volumes etc) e sala de reunião. Todos os espaços permitirão a implantação dos equipamentos de refrigeração do ar e receberam instalações elétricas, hidráulicas, sistema de combate a incêndio, pisos e revestimentos.

“A obra ficou mais moderna, foi ampliada, modernizada. A empresa tem nos dito os investimentos que fará em tecnologia, dos restaurantes, coworking, que o objetivo é dar vida a esse espaço não apenas na época dos grandes eventos, mas que ele possa ter vida durante o ano todo, afirmou o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, destacando, ainda, que a cadeia do turismo movimenta 54 ramos de atividades diferentes. “Com a volta desses grandes eventos, durante o ano todo, teremos essa cadeia aquecida”, conclui.

Aumento do número de auditórios

O Governo reformou e modernizou os cinco auditórios existentes no projeto inicial (Terra Caída, Crasto, Pirambu, Abaís e Atalaia – todos eles com paredes construídas em alvenaria) assim como a estrutura de apoio para equipamentos de som, áudio, ar-condicionado, depósitos, conjuntos de sanitários e copa de suporte para coquetéis e coffee break.

Na área da nova construção, foram providenciados espaços para acolher auditórios adicionais, com capacidade, separados em blocos por divisórias removíveis que permitem a composição desses espaços em distintas configurações de layout, possibilitando a ambientação para eventos dos mais variados formatos, de acordo com o perfil econômico da demanda verificada. Possibilitando, no geral, a disponibilização de até 13 auditórios.

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta