Biblioteca Epiphanio Dória inicia projeto ´Pontes para Leitura´

Projeto consiste em disponibilizar livros em Braille e audiolivros nas residências de pessoas com deficiência visual, com prévio cadastro na biblioteca

A Biblioteca Pública Epiphanio Dória deu início na manhã desta terça-feira, 2 de março, ao projeto Pontes Para Leitura, que equivale ao empréstimo de livros e audiolivros do setor Braille nas residências dos usuários com deficiência visual, moradores do município de Aracaju. Nessa primeira semana, quatro usuários foram contemplados com o projeto:
Iasmim do Nascimento Santos, moradora do bairro Cidade Nova; Lucas Teófilo Assis Dantas, do Cirurgia; Kawlison Cainã Freitas dos Santos, morador do Santo Antônio e Josivilma Souza Santana, do Jabotiana. A ação, que busca transcender e aproximar pessoas com deficiência visual dos livros e audiolivros promovendo o acesso à informação a esse tipo de usuário, vai acontecer semanalmente e funciona via cadastro prévio, por agendamento e respeitando as orientações dos órgãos de saúde pública ao enfrentamento da Covid-19.

Lucas Teófilo, que é bacharel em Biologia pela Universidade Federal de Sergipe, aprovou a iniciativa. “Por conta da pandemia ficamos muito limitados, sem poder frequentar a biblioteca, e esse projeto veio para facilitar a vida dos deficientes visuais. Receber esses livros na comodidade dos nossos lares é maravilhoso. Sem dúvidas a Biblioteca Epiphanio Dória está sendo uma facilitadora para nós deficientes visuais”, afirmou.

A estudante Iasmim do Nascimento Santos disse que 2021 é um ano para nos preservarmos. Por pertencer ao grupo de risco, uma vez que ela tem asma, e por conviver com familiares idosos, não considera seguro voltar a escola nesse momento. “Eu perdi meu avó para a covid e foi muito marcante, por conta disso não acho prudente voltar às aulas presenciais nesse momento. Esse projeto da Biblioteca, que traz os livros até nossas casas, foi uma ideia maravilhosa que só temos a agradecer pela sensibilidade para com os deficientes visuais”, ressaltou.

O projeto ´Pontes para Leitura´ tem como parceiros Associações e Instituições que trabalham com pessoas com deficiência visual, além da Fundação para cegos Dorina Nowill e o Instituto Benjamim Constant (IBC).

Publicidade:

Sobre o setor Braille

O setor Braille foi inaugurado em 2007 e reinaugurado em 2014, em seu acervo constam mais de 1000 obras entre livros didáticos, literatura infanto-juvenil, nacional, internacional e periódicos. Ressaltamos que as obras estão disponíveis em vários formatos, dentre as quais se destacam livros impressos em Braille, livros em fonte ampliada, livros com acessibilidade total e audiolivros em formato acessível MP3.

 

 

 

Por ASCOM

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta