Câmara de Laranjeiras: Vereadores se comprometem aprovar piso dos professores até amanhã

Os vereadores de Laranjeiras iniciaram nesta terça-feira, 18, os trabalhos legislativos de 2020 e neste primeiro dia de sessões ordinárias foram surpreendidos com o Projeto de Lei Complementar (PLC) 001/2020, que dispõe sobre a atualização do índice de 12,84% de reajuste do piso salarial dos profissionais do magistério, que passa de R$ 2.557,74 para R$2.886,24. Sabendo da importância que os professores exercem na sociedade, os representantes do legislativo se comprometeram a aprovar o PLC já nesta quinta-feira, 20. Dessa forma, o município fica autorizado a pagar o novo valor, assim como repassar o retroativo referente ao mês de janeiro já nos vencimentos de fevereiro, conforme estabelecido em lei.

Em discurso neste primeiro dia de sessões ordinárias, o vereador José Carlos Sizino Franco (JJ) classificou a atitude do Executivo como eleitoreira. “Este PLC foi protocolado na sede do Poder Legislativo às 14h30min desta terça-feira, 18, como uma tentativa de não haver tempo para a tramitação do referido projeto até o carnaval. Sendo assim, o Poder Executivo ganharia tempo para não pagar o novo piso salarial e o retroativo referente a janeiro ainda neste mês de fevereiro. Como justificativa, o prefeito espalharia a informação de que a culpa seria dos vereadores, mas quero apresentar verbalmente um requerimento para que possamos apreciar em regime de urgência especial e votar a propositura já nesta quinta-feira, 20, em duas sessões.

Após a manifestação do vereador JJ, os representantes do legislativo municipal aprovaram por unanimidade o requerimento e se comprometem a apreciar e votar o PLC 001 já nesta quinta-feira, 20. “Os vereadores de Laranjeiras têm compromisso com os profissionais do magistério e demais servidores municipais. Quero deixar claro também que em momento algum fugimos da responsabilidade e compromisso com a população ou qualquer classe trabalhadora deste município. Sendo assim, nós vamos apreciar e votar o projeto. Contudo, se o prefeito não efetuar o devido pagamento, arque com as próprias consequências”, destacou o presidente da Câmara, Luciano dos Santos.

Após a fala do presidente da casa legislativa, os vereadores da base aliada também manifestaram apoio aos profissionais do magistério municipal. “Presidente, no que depender de mim, os professores não serão prejudicados. Estou sempre ao lado dos trabalhadores, independentemente de ser da base aliada ao prefeito ou não. Sei que este ano é eleitoral, mas precisamos manter o respeito e a ética nesta casa e na campanha eleitoral”, disse Jânio Dias.

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes :

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta