Campanha da Vacinação antirrábica atinge 83% do público alvo em Aracaju

Com 83,68% de animais imunizados da capital sergipana contra a raiva, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), encerrou no sábado (13) a Campanha de Vacinação Antirrábica com pontos fixos nos bairros Dom Luciano, Soledade, Lamarão, Japãozinho, Coqueiral, Porto Dantas, Cidade Nova, 18 do Forte, Palestina, José Conrado de Araújo, Santos Dumont, São Carlos, Olaria, Jardim Centenário e Bugio.
A meta da Prefeitura era vacinar 80% dos animais, o que correspondia a 45.661 animais do total de 57.076. Na campanha, foram vacinados 47.765, sendo 30.790 cães e 16.975 gatos, o que corresponde 83,68%. De acordo com a gerente do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ/SMS), Marina Sena, o bom êxito da campanha foi devido às estratégias realizadas pelo Município.
É importante ressaltar que quem não conseguir levar o animal de estimação para tomar a vacina antirrábica durante a campanha, o CCZ disponibiliza doses durante todos os dias úteis do ano. O contato da Unidade é 3179-3564 e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, na avenida Dr. Carlos Rodrigues da Cruz, 1081, no bairro Capucho, vizinho à sede do Ibama.
“Para ter acesso ao serviço, basta apresentar o cartão de vacina do animal, se tiver. Podem ser vacinados caninos e felinos com idades a partir de três meses de vida. Os animais mais agressivos devem usar focinheiras, para evitar acidentes, e coleiras para evitar fugas. É importante informar que, em caso de mordidas de cães e gatos, as pessoas procurem atendimento médico para ser iniciado o protocolo vacinal pós-exposição, e para que o animal fique em observação por um período de dez dias”, disse a coordenadora.
Drive Tudo PET
Este ano, a SMS inovou a vacinação com o sistema drive-thru, que aconteceu nos dias úteis de segunda a sexta, de 25 de outubro a 12 de novembro, no Parque de Exposições João Cleophas, no bairro José Conrado de Araújo. O acesso era realizado de carro, moto, bicicleta e a pé. “Para ampliar o acesso à vacina, ofertamos este ano o sistema drive-thru, que foi uma maneira de evitar as aglomerações durante a campanha”, enfatiza Marina.
Pontos Fixos
Paralelo a estas ações, nos dias 30, 6 e 13 a SMS montou pontos fixos nos bairros da capital, nos quais a população poderia levar seu animal para a aplicação da vacina, que é a principal forma de prevenção da raiva.
“Não há diferença na qualidade ou na eficácia da vacina ofertada pela rede municipal da que é disponibilizada na rede particular. Não existe diferença de qualidade da vacina estrangeira para a nacional, a eficácia é a mesma para combater uma doença grave que leva sempre ao óbito no caso dos animais e com ocorrência de poucos casos de cura”, afirma a gerente.

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *