Com intuito de tornar o recebimento de boletins de ocorrência mais rápido, Sergipe lança nova Delegacia Virtual

A nova ferramenta permite maior celeridade entre a comunicação do fato e o início das investigações e está conectada a vários serviços federais

A Polícia Civil de Sergipe lança, nesta quarta-feira (14), a nova Delegacia Virtual (Devir). O objetivo é tornar mais rápido o recebimento dos boletins de ocorrência pelas delegacias responsáveis pela apuração de crimes. Com a nova Delegacia Virtual, gradativamente, o registro de mais tipos penais serão disponibilizados à população de forma on-line, sem a necessidade de deslocamento para uma unidade policial. A nova plataforma está conectada ao Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

A coordenadora das delegacias da capital, delegada Rosana Freitas, ressaltou a maior celeridade na chegada do boletim de ocorrência na unidade policial que fará apuração do crime. “A nova Delegacia Virtual está vinculada ao Sinesp, que é um sistema disponibilizado pelo MJSP, ao qual nós, da Polícia Civil de Sergipe, estamos vinculados. Então, todos os boletins de ocorrência registrados na Devir serão imediatamente vinculados ao sistema atual de boletins de ocorrência, indo diretamente para as unidades policiais de apuração, o que vai conferir maior rapidez no trâmite dessas notícias de crimes”, destacou.

Rosana Freitas explicou que no formato atual existe uma equipe dedicada à análise das ocorrências para que, em seguida, seja feito o encaminhamento para a unidade de apuração. “Na Delegacia Virtual atual existe um tempo necessário para que a equipe receba os boletins de ocorrência e transfira para o sistema utilizado, que é o Procedimentos Policiais Eletrônicos (PPE). Isso gera uma demanda de tempo e de pessoal. Nós temos servidores trabalhando o tempo todo para que haja essa transferência, que muitas vezes ocorre com um espaço de tempo fazendo com que o servidor demore a ter contato com a notícia do fato criminoso”, argumenta.

Para ter acesso à nova Delegacia Virtual, o cidadão deverá ter cadastro no sistema do Governo Federal. “Como a Devir está vinculada aos serviços federais, para que o cidadão consiga registrar o boletim de ocorrência, será necessário o cadastro junto ao gov.br. Então para que não haja nenhum tipo de dúvida ou para que as dificuldades sejam suplantadas de forma rápida e eficiente, a nossa Assessoria de Comunicação junto com Assessoria Técnica preparou um material com explicações, telas e vídeos que serão disponibilizados nos canais de comunicação da Polícia Civil”, informou.

A coordenadora das delegacias da capital salientou que o momento de pandemia também exigiu mudanças no formato da comunicação de ocorrências à Polícia Civil, com o fortalecimento da Delegacia Virtual. Mas, mesmo após a pandemia, o objetivo é continuar ofertando o registro on-line de boletins de ocorrência. “Nosso objetivo é fazer com que fique cada vez mais fácil para o cidadão registrar a ocorrência criminosa de dentro da sua casa, de forma mais confortável. O momento da pandemia exige isso, mas a nossa intenção é de que esse serviço permaneça mesmo com a superação do quadro de pandemia”, concluiu.

Veja aqui como se cadastrar na plataforma do Governo Federal gov.br

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta