Com serviço MonitorAju, Prefeitura acompanha diariamente os casos suspeitos de covid-19

Implementado pela Prefeitura de Aracaju há pouco mais de um mês, o canal de atendimento MonitorAju é uma das ferramentas mais ágeis para prestar orientação à população e monitorar os casos suspeitos do novo coronavírus (covid-19). Diariamente, o sistema recebe centenas de ligações e, assim, facilita, inclusive, a triagem dos casos, favorecendo o atendimento e assistência aos pacientes com a confirmação de covid-19.

São três fontes de informação que compõem o MonitorAju: via telefone, ou seja, pelo canal de atendimento 156; pelo site, por meio de preenchimento do formulário; e no aeroporto da capital, onde é feito o cadastro dos passageiros que desembarcam.

De acordo com a coordenadora do MonitorAju, Cynthia Rocha, o serviço de atendimento via site continua 24h, mas a central por telefone agora funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Entretanto, o monitoramento, que é um departamento à parte da Central de Ligações, funciona todos os dias da semana, das 7h às 19h.

“O monitoramento é contato a partir de 14 dias após o aparecimento dos sintomas, ou seja, se a pessoa liga hoje, daqui a 14 dias iniciamos o monitoramento, sendo que, no momento em que ela liga pela primeira vez, já passamos todas as informações a respeito do que deve fazer nesse período. No monitoramento, ligamos para a pessoa uma vez por dia, todos os dias da semana e verificamos como está o seu estado de saúde”, explica a coordenadora do MonitorAju.

Publicidade:

Cievs
Paralelo ao trabalho desempenhado pelo MonitorAju, funciona o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), ligado à Vigilância Epidemiológica, que monitora os pacientes infectados, pessoas que mantiveram contato e os suspeitos que estão aguardando resultado de exames.

O MonitorAju monitora os casos sintomáticos que condizem com a covid-19, e o Cievs com relação às pessoas que tiveram contato com as que estão infectadas, além de fazer o monitoramento não só dos pacientes que estão internados, como também das pessoas infectadas que estão em isolamento domiciliar.

“A Vigilância Epidemiológica recebe as notificações e assim que tem conhecimento do resultado positivo, entra em contato com o paciente para informar o resultado, entrevista – verifica a condição clínica do paciente, confirma informações como endereço, data de início dos sintomas, sintomas, comorbidades, quais são os contatos –, presta orientações sobre a necessidade de isolamento domiciliar por 14 dias. Além disso, realizamos o monitoramento da SMS através do contato telefônico diariamente, orientamos sobre higiene, etiqueta respiratória e, caso apresente cansaço ou falta de ar, indicamos procurar hospital”, ressalta a área técnica da Vigilância Epidemiológica, Mariana Aragão.

Situação atual
Até a terça-feira (21), a Secretaria Municipal da Saúde havia registrado 14 novos caso de covid-19 na capital. Trata-se de seis mulheres (de 28, 34, 42, 49, 52 e 73 anos) e oito homens (de 24, 41, 42, 44, 51, 52 e 78 anos). Com isso, sobe para 74 o número de pessoas diagnosticadas com a doença no município. Destas, oito estão internadas em hospitais; 33 estão em isolamento domiciliar; 28, que estavam infectadas, já receberam alta médica; e cinco vieram a óbito.

Dos nove casos suspeitos, que aguardam resultados de exames para detecção da doença, dois estão internados em hospitais e sete em isolamento domiciliar.

Foram descartados 589 casos do total de 672 testados.

 

 

 

Reprodução autorizada mediante citação da fonte: Imprensa 24h

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *