Danielle é apegada a cargo em comissão, afirma Jackson Barreto

O ex-governador do Estado, Jackson Barreto (MDB), rebateu nesta quarta-feira (5) a avaliação feita pela pré-candidata à prefeita de Aracaju Danielle Garcia, que classificou a gestão do emedebista como desastrosa.

Em entrevista ao Jornal da Fan, Jackson afirmou que Danielle, antes de criticar o governo do qual participou, “precisa se mancar e assumir que é apoiadora do Governo Bolsonaro”, disse o ex-governador.

Jackson destacou que, na condição de governador do Estado, criou e equipou o Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), e nomeou Danielle Garcia, em cargo comissionado, para conduzir o órgão sem qualquer interferência da sua parte.

“Ela tinha um cargo em comissão e brigava por ele, inclusive para que aumentasse seu valor. Falar todo mundo fala, mas de um carguinho todo mundo também gosta”, alfinetou Jackson.

Durante a entrevista, o ex-governador ainda questionou o por quê de Danielle não ter pedido exoneração do cargo comissionado, já que considerava o governo desastroso.

As afirmações de Jackson são confirmadas por Danielle Garcia que, à época, destacou não ter pedido para ser exonerada. “Não pedi para sair”, disse a delegada, quando soube que havia sido exonerada pelo secretário João Eloy, em outubro de 2017.

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes :

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta