Defensoria Pública prepara programação alusiva ao Dia do Defensor Público que será celebrado em 19 de maio 

No próximo dia 19 de maio, será celebrado o Dia do Defensor Público. E para marcar a data, a Defensoria Pública do Estado de Sergipe preparou uma programação diferente em virtude da pandemia por conta do coronavírus/Covid19.

As ações iniciaram na segunda-feira (17), às 15h, com uma palestra para servidores com o tema “Como equilibrar nossa saúde mental em tempo de pandemia?”, que será ministrada pela psicóloga clínica, Cláudia Amélia Silveira Andrade.

Na terça-feira (18), o Núcleo da Criança e do Adolescente lançará a cartilha com o tema: “Violência Sexual contra crianças e adolescentes. Orientação e enfrentamento”. À tarde, às 15h, a subcorregedora e diretora do Núcleo da Criança e do Adolescente, Andreza Tavares Almeida Rolim, participará, de uma roda de conversa promovida pela OAB Sergipe em parceria com integrantes da Rede de Proteção e Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, que será transmitida pelo Youtube da OAB/SE.

No mesmo dia (18/5), haverá um mutirão de atendimento do projeto “De acordo, porque conversando a gente se entende”. O atendimento à população será realizado por telefone e videoconferência. A mediação será feita pela defensora pública e integrante da Central de Mediação e Conciliação, Isabelle Peixoto e a psicóloga Syrlene Besouchet.

Já no Dia do Defensor Público, a programação ficará a cargo de cada membro. E, no dia 20, das 8h às 17h, haverá o Mutirão do Projeto Ser Pai é Legal com sessões de conciliações por videoconferência com a defensora pública e integrante da Central de Mediação e Conciliação, Isabelle Peixoto e a psicóloga Syrlene Besouchet.

A programação encerra no dia 21, das 7h às 17h, com o Mutirão de Atendimento de Direito de Família e Sucessões, onde o cidadão será atendido através dos números 98867.5301 – 98667.5229 – 98867.5277 (Das 7h às 13h) e 98867.5442 – 98867.5673 (Das 12h às 17h).

“Esse ano, todas as ações da Semana do Defensor Público serão realizadas de forma remota, ou seja, por telefone ou videoconferência para evitar a propagação do coronavírus. O que vai mudar é somente a forma de atendimento que passará de presencial para virtual, mas todos os assistidos terão seus problemas solucionados e o atendimento será feito por defensores públicos e servidores”, disse o defensor público geral, Leó Neto.

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Publicidade:

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas
Siga nossas redes:

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta