DRE 4 realiza reuniões itinerantes de planejamento 2021

A busca ativa, a avaliação diagnóstica, a intensificação de aprendizagem, o reforço escolar e o ensino híbrido são algumas das atividades discutidas nos encontros

Com o objetivo de instrumentalizar a gestão escolar para o planejamento do ano letivo de 2021 com base em evidências, a Diretoria Regional de Educação 4, baseada no território do Leste Sergipano, sob coordenação geral da professora Maria Luiza Omena, promoveu reuniões formativas em todas as 16 unidades de ensino sob sua jurisdição. As reuniões acontecem com as equipes técnico-pedagógicas, a fim de municiar os gestores de ferramentas para o enfrentamento dos desafios de 2021 e planejar com os professores, alunos e conselho escolar tomando como base os resultados das avaliações e portarias.

Antes do momento formativo, a DRE 4 realizou um minucioso trabalho de coleta e análise de dados específicos de cada uma das escolas, evolvendo temas, tais como: aprovação e reprovação, abandono escolar, distorção idade-ano, resultados obtidos no Ideb, no Enem e na avaliação diagnóstica da rede aplicada recentemente junto aos estudantes dos terceiros anos.

A ideia do encontro formativo foi sensibilizar as equipes escolares para a necessidade de utilizar as evidências como base para o planejamento. Durante os encontros também foram apresentados tutorias, produzidos por técnicos da diretoria, para facilitar o acesso e navegação pelas plataformas de dados como QEdu, INEP e FOCO.

Ainda nesse encontro, que teve duração de 4h em cada uma das unidades de ensino, foram discutidos pontos das últimas portarias publicadas pela Seduc, traçando diretrizes para o funcionamento das atividades escolares e levantados os principais desafios com os quais se deparam as equipes gestoras para o ano letivo de 2021, entre eles a busca ativa, a avaliação diagnóstica, a intensificação de aprendizagem, o reforço escolar e o ensino híbrido.

Segundo a professora Maria Luiza Omena, diretora da DRE 4 “embora o planejamento deva obrigatoriamente ser precedido de um diagnóstico da realidade, não era uma prática comum a todas as unidades de ensino buscar a causa raiz dos problemas, se debruçar sobre a análise de seus resultados, tomá-los como ponto de partida para um trabalho pedagógico, a partir de discussões coletivas envolvendo todos os agentes escolares, tampouco definir indicadores para o acompanhamento dos resultados”. Por essa razão, ela considerou que o trabalho realizado junto às escolas representa um importante marco na maneira de lidar com as evidências.

“Vivenciamos durante estas semanas momentos bastante produtivos junto às nossas Unidades Escolares. A interação, a troca de experiências e informações, as análises de dados e indicadores constituíram bases bastante ricas para o planejamento do próximo ano letivo em nossas Escolas. Estamos confiantes de que esta ação gerará reflexos bastante positivos”, destacou Marcos Cruz, técnico pedagógico da DRE 4.

Segundo ele, desde que iniciou a pandemia da Covid 19, não se pode visitar as escolas jurisdicionadas à Regional 4, de forma presencial, e esse momento também possibilitou, além de uma proximidade ainda maior com as unidades de ensino, várias reflexões acerca das evidências que foram apresentadas, especialmente no que diz respeito à aprendizagem dos alunos. “Eu diria que esse momento foi de suma importância para que possamos iniciar o ano letivo de 2021 com uma visão mais sistêmica e com a capacidade de planejarmos de forma estratégica para o modelo de escola que teremos a partir do retorno ao ensino híbrido”, avalia.

 

Assessoria de Comunicação da SEDUC – ASCOM

 

 

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *