Pular para o conteúdo
Início » Durante reunião com o prefeito Edvaldo Nogueira, Agência Francesa de Desenvolvimento expressou interesse em investir em Aracaju

Durante reunião com o prefeito Edvaldo Nogueira, Agência Francesa de Desenvolvimento expressou interesse em investir em Aracaju

O prefeito Edvaldo Nogueira foi recebido, nesta quarta-feira, 11, na Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), em Brasília. Durante a reunião, a diretora regional Brasil – Cone Sul, Laetitia Dufay, informou ao  gestor de Aracaju sobre o interesse da instituição de investir em projetos da capital sergipana, dada às ações desenvolvidas pelo município nos últimos anos, com foco no desenvolvimento sustentável da capital, e o reconhecimento da agência à organização e equilíbrio financeiro da gestão. Ao apresentar as áreas de atuação da agência, Dufay destacou que “Aracaju é uma cidade muito ativa, que nos interessa muito”. Também participaram da reunião os gerentes de projetos da AFD, Fernando Pacheco e Isabela Maia.

“Somos uma agência pública do governo francês. Temos recursos próprios para financiar projetos, em setores vinculados ao meio ambiente e à diversidade social. Firmamos convênios com Curitiba, Porto Alegre, Teresina, em áreas  como  transporte coletivo, água, saneamento, desenvolvimento urbano e estamos muito interessados em Aracaju. Essa primeira reunião é para que possamos nos conhecer e trocar informações”, afirmou a diretora regional para o Brasil.

Em sua fala, Edvaldo se disse “bastante lisonjeado” com o reconhecimento da agência. O gestor fez um breve balanço das ações desenvolvidas na capital sergipana, desde 2017, pontuando o processo de reconstrução da cidade, que teve como base o Planejamento Estratégico e que possibilitou a recuperação da saúde financeira do município, hoje letra A na avaliação da Secretaria do Tesouro Nacional. Edvaldo falou também sobre o financiamento conquistado junto ao Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) e o convênio, em tratativas, com o Novo Banco do Desenvolvimento (NBD) para o programa “Aracaju Cidade do Futuro”.

“Aracaju tem algumas questões que podemos avançar, e o tamanho da cidade favorece iniciativas que possam servir de modelo para o país. No caso do projeto do banco dos Brics, por exemplo, faremos todo o trabalho de urbanização da Zona de Expansão da cidade, mas agregaremos um projeto de desenvolvimento sustentável”, reforçou o prefeito que expôs, ainda, o projeto para a construção de uma cidade resiliente, além da preocupação da administração municipal com a preservação do meio ambiente e com a sustentabilidade.

Durante o encontro, Edvaldo citou, também, o projeto Patrulha Maria da Penha, que completou três anos de implantação na última terça-feira, dia 10. O projeto foi bastante elogiado pela diretora da AFD, que demonstrou interesse em conhecer melhor o programa e contribuir para o seu aprimoramento. “As temáticas de gênero, sobre as quais a Agência Francesa do Desenvolvimento atua, também nos interessam, com ações que reduzam as desigualdades entre homens e mulheres”, completou o prefeito, convidando os gestores do banco para uma visita à capital sergipana.

O gerente de projetos da AFD, Fernando Pacheco, explicou a estratégia da agência para escolha das cidades que pretendem investir. “Temos um trabalho muito focado no Nordeste, as capitais nordestinas são prioridade para nós. Nosso interesse está em desenvolver projetos que trarão muitos resultados positivos para as populações destas cidades”, acrescentou Fernando, que citou a Mobilidade Urbana como uma área de grande interesse para atuação da agência.

O encontro entre o prefeito Edvaldo Nogueira e os representantes da Agência Francesa do Desenvolvimento foi o primeiro contato para a abertura de um diálogo entre a gestão de Aracaju e o grupo. A AFD financia projetos conduzidos por Estados, municípios, estatais e bancos de desenvolvimento locais, com foco na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Entre os projetos que são apoiados pelo grupo estão aqueles com foco em redução de carbono, o desenvolvimento de cidades sustentáveis e inteligentes, mobilidade urbana, energias renováveis e reinserção social.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter