“É do transporte coletivo que sai a contaminação para todos os setores”, afirma Emília

Em tom de desabafo, a vereadora Emília Corrêa (Patriota), criticou, mais uma vez, o fato da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) “tapar os olhos”  e não estar dando uma atenção especial à superlotação dos ônibus para evitar a propagação da COVID-19.
“Não existe cuidado, efetivamente falando, por parte da gestão,  com àqueles que estão na linha de frente se não mexer com o transporte coletivo. Já falei isso aqui inúmeras vezes. Só estão lembrando de restaurantes, bares e outros estabelecimentos, enquanto os transportes públicos permanecem parecendo latas de sardinhas”, afirmou.
Ainda de acordo com Emília, enquanto não for feito algo, concreto, nesse sentido, tudo não vai passar de falácia. “A população tem que fazer sua parte, sim, mas a PMA também, e o que ela tem feito nesse quesito? Reduzir a frota para segurar o povo em
casa vai ajudar em quê? Pelo contrário, entendo que isso só piora a situação que já está tensa. Tem que colocar fiscalização nos terminais, ônibus, caso contrário, tudo não passará de falácia”, declarou.
A vereadora ainda citou exemplos de outras cidades que já adotaram o lockdown, mas, forneceu alternativas para a população como; isenção de impostos e auxílios. “O prefeito de Arapiraca, por exemplo, não vai suspender o IPTU, mas vai isentar, até dezembro deste ano, os donos de bares, restaurantes, academias, além de incluir os músicos locais no recebimento de auxílio. Ou seja, quando o gestor tem planejamento e quer fazer, faz. Em tempo de calamidade pública, cada um tem sua responsabilidade  pelo bem de todos”, concluiu.
Por Andrea Lima

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta