Pular para o conteúdo
Início » Eduardo Amorim pretende retomar a luta pela implantação de nova universidade em Sergipe

Eduardo Amorim pretende retomar a luta pela implantação de nova universidade em Sergipe

Durante o seu mandato de senador, Eduardo Amorim (PL) travou muitas lutas em prol de mais investimentos na educação pública em Sergipe. Como grande entusiasta do conhecimento e do aprendizado, encampou uma luta que foi a implantação de um campi da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) no município de Propriá, no Baixo São Francisco, uma região formada por 14 municípios.
Eduardo Amorim, que é pré-candidato ao Senado, participou de reuniões e audiências tanto em Brasília, quanto em Sergipe. Uma das tentativas ocorreu em dezembro de 2013, quando o então senador se reuniu com o presidente do Senado à época, Renan Calheiros (PMDB-AL), com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante e com o reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Jualianeli Tolentino de Lima.
O senador também se reuniu com lideranças políticas de Sergipe e chegou a ir à cidade de Petrolina, em Pernambuco, para conhecer a estrutura da UNIVASF. “Os jovens que moram na região do Baixo sempre tiveram sede de aprendizado, porém a distância da universidade é um obstáculo a ser vencido. A UFS cresceu e chegou a Laranjeiras, Nossa Senhora da Glória, Itabaiana e Lagarto, mas justamente naquela região, que tem o IDH mais baixo de Sergipe, não temos um ensino público superior gratuito”, justifica o pré-candidato.
“Enfrentar uma rodovia por até três horas, a depender da cidade, para chegar a um campus, causa grande desagaste físico e mental, sendo que muitos acabam desistindo no meio do caminho. Por isso, vejo como fundamental retomarmos essa luta que é possível, basta vontade em Brasília e um governo que realmente pense no futuro da sua gente”, afirma Eduardo Amorim.
UNIVASF
Primeira universidade federal a ter sua sede implantada no interior do Nordeste, a UNIVASF surgiu com a missão de levar o ensino público superior de qualidade ao Semiárido, numa proposta ousada de estar presente, desde à sua origem, em três dos nove estados da região. Assim, foi criada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2002, por meio da Lei N° 10.473, de 27 de junho, a Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco, com sede na cidade de Petrolina, em Pernambuco. Também foram criados outros dois campi, situados nas cidades de Juazeiro, na Bahia, e de São Raimundo Nonato, no Piauí.

POR ASCOM/EDUARDO AMORIM
FOTO ARQUIVO UNIVASF

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter