Pular para o conteúdo
Início » Eduardo Barbosa: Um Sergipano não Nascido em Sergipe

Eduardo Barbosa: Um Sergipano não Nascido em Sergipe

Eduardo Barbosa de Oliveira, nasceu na cidade de São Paulo, capital no dia 07 de junho de 1964. Filho de Carlos Francisco dos Santos e Flora Barbosa de Oliveira Ambos Sergipanos de Aracaju e Salgado respectivamente, de sorte que sua origem é 100% Sergipana. Casado com Maria Brasilina, gestora pública, pai de quatro filhos: Eduardo Levi, Silvia Caroline, Vitor Emanuel e Flora Cristine. Mudou-se de São Paulo para Aracaju no ano de 1984. Em 1986 muda-se para Salvador, tendo passagem como Supervisor de Serviços numa Indústria do Polo Petroquímico de Camaçari, onde militou no Sindiquímica Bahia ao lado de Jacques Vagner, Valdir e outros grandes sindicalistas da Bahia. Volta para Aracaju em 1988 onde residiu por 2 anos e em 1990, muda-se para Nossa Senhora do Socorro, sendo um dos pioneiros naquele lugar, fixando residência no complexo Marcos Freire até os dias atuais. Nessa comunidade, idealizou, executou e incentivou a população a arborizar a Avenida Coletora A e região e realizou projetos de voluntariado comunitário.

Formação: Administrador de empresas, Comunicação Social: Relações Públicas, Rádio, Televisão e Jornalismo. Professor universitário, palestrante, jornalista, servidor público concursado da DESO (Cia de Saneamento de Sergipe), gestor empresarial das empresas Empresarial Service, Teles Barbosa Comunicações e TBX Consultoria e Treinamento. Pós-graduado em Didática do Ensino Superior, Pós-graduando em Neuropsicopedagogia Clínica e Coach, Carreira e Consultoria Empresarial, Graduando em Direito.

É Coautor do livro RH na Veia, cujo autor é o Dr. Moabe Teles. Atualmente, também está escrevendo mais dois livros.

Atuou como líder estudantil no final dos anos 80, foi fundador da ABS (Aliança Bíblica Secundarista) e da UBES (União Brasileira de Estudantes Secundaristas), foi militante do centro acadêmico de comunicação da UNIT, do sindicato dos Bancários, do Sindiquímica da Bahia, CUT (Central Única dos trabalhadores), CTB (Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), base do SINDISAN (Sindicato dos Sanitaristas do Estado de Sergipe). Participou dos conselhos Municipais de Direito da Criança e do Adolescente, Conselho de Assistência Social e Conselho de Saúde de Socorro, onde, também, desenvolveu projetos sociais como voluntário no Terceiro Setor, levando formação profissional a centenas de jovens e formação pedagógica básica a adultos.

Na Secretária da Indústria e Comércio a frente do Núcleo de Apoio ao Trabalho, instalou oficina profissionalizante para costureiros, laboratório de informática básica e avançada e núcleo de formação de corte e costura no mutirão do João Alves, onde centenas de pessoas obtiveram a tão sonhada formação profissional, através de convênios com o SEST/SENAT e SESI/SENAI, sendo que os formandos já eram selecionados e encaminhados para as empresas do DIS- Distrito Industrial de Socorro. Ainda nesse período participou da implantação de indústrias, a exemplo: Tritex, Altenburg e Gelitos. Participou da ampliação da Trhust Nort, Yazaki e outras menores, mas não menos importantes para o desenvolvimento do município.

Foi suplente de vereador nas eleições de 2000 e 2004 e dirigente partidário entre os anos 1990 e 2004 em Socorro. Atualmente, desenvolve trabalho de inteligência política, empresarial, marketing pessoal e busca do caminho para a felicidade através de cursos e mentorias específicas.

Em junho de 2020 recebeu o título de Cidadão Socorrense pela Câmara de Vereadores por unanimidade da casa, título apresentado e relatado pelo vereador Hélio Passos, na presidência da vereadora Maria da Conceição dos Anjos, espera ainda receber um título de cidadão Sergipano para coroar seu amor por este estado, que ele chama de o melhor do universo.

Homem sensível e consciente quanto seu papel como cidadão, Eduardo Barbosa tem um lema que o enaltece ainda mais como pessoa, e este lema faz parte de uma frase de sua própria autoria: “Crie filhos ensinando-os a serem cidadãos. Escreva livros que ensinem caminhos objetivos. Plante árvores como memorial da sua passagem na terra nunca esperando aplausos ou agradecimentos, mostre e viva seu amor por sua comunidade, assim você terá feito a sua parte transformando o mundo”.

 

Escritora e Historiadora Josevânia Sobrinho Santos. Natural Japaratuba-SE. Formada em Desenho de Construção Civil pelo Instituto Federal de Sergipe, Auxiliar e Técnica de Enfermagem pelo Centro de Estudos, São Lucas, licenciada em História, pela Universidade Tiradentes, Pós graduanda em Psicanalise pela FAVENE, Presbiteriana. Atualmente funcionaria em Hospital de Cirurgia onde o trabalho vendo vidas chegando vencendo adversidades e seguindo em frente e outras vidas chegam e se encerram ali mesmo, fato que a levou a reflexão na qual criou está coluna e seus escritos biográficos. Seja bem vindo a leitura do Biografia de cada dia.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter