Edvaldo: “não há vagarosidade na campanha de vacinação contra o coronavírus em Aracaju”

Desde que iniciou a campanha de vacinação contra a covid-19, a Prefeitura de Aracaju tem avançado na imunização da população com celeridade e responsabilidade, cumprindo com o que foi estabelecido em seu Plano Municipal de Vacinação. Do quantitativo de doses repassado para o município até o momento – 25.930 -, já foram aplicadas nos aracajuanos 20.743, representando cerca de 80% do total, o que demonstra a efetividade da logística que tem sido colocada em prática na capital sergipana.

“Há uma falsa polêmica de que a Prefeitura de Aracaju tem atuado com vagarosidade e isso não procede. É uma questão que precisa ser desmistificada porque temos vacinado os aracajuanos priorizados nas primeiras fases da campanha de maneira muito célere. A prova disso é que 80% das doses repassadas para o município já foram aplicadas. O problema está na ausência de vacinas, visto que a quantidade de imunizantes que temos recebido do governo federal é insuficiente para vacinarmos com a velocidade que o momento exige. Então, o problema não está na campanha, mas sim na quantidade limitada de vacina que tem chegado”, afirmou o prefeito Edvaldo Nogueira em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, 4.

Ao apresentar o novo cronograma de vacinação da cidade, com a ampliação do público idoso imunizado na capital, que passa a ser entre 78 a 89 anos, o prefeito destacou que o município “tem experiência com vacinação, e uma logística muito bem definida sendo colocada em prática”. O gestor também observou que a análise feita sobre a eficácia do Plano Municipal de Vacinação “deve levar em consideração a quantidade de doses recebidas e a quantidade de doses aplicadas”.

“Não é o nosso índice populacional que mede a velocidade da vacinação em Aracaju, mas quantas doses recebemos e aplicamos. Se recebermos 300 mil doses de vacinas, aplicaremos essas 300 mil doses com toda a eficiência e rapidez que o momento exige. As vacinas que chegarem para o município serão rapidamente disponibilizadas para os aracajuanos. Tenham a certeza de que todas essas doses que acabamos de receber, serão zeradas nos próximos dias, atendendo os critérios estabelecidos no Plano Nacional de Imunização, rigorosamente. A questão é que, infelizmente, o governo federal não tem enviado para os Estados e Municípios a quantidade necessária para que a gente possa vacinar em larga escala. Então, o que desejamos, e esperamos, é que mais vacinas sejam encaminhadas para que possamos imunizar a população”, reiterou Edvaldo.

Publicidade:

Outro ponto destacado pelo prefeito foi o alto índice de absenteísmo entre os profissionais de saúde, priorizados desde o início da campanha de vacinação. “Temos colocado à disposição desses profissionais uma grande quantidade de vacinas, mas, infelizmente, há um índice elevado de absenteísmo. Na semana passada, por exemplo, disponibilizamos 1.200 doses para os profissionais de saúde e só compareceram 700 para receber a vacina. Ou seja, nem tem lentidão e nem fragmentação. Estamos trabalhando de maneira muito efetiva, correta e séria”, frisou Edvaldo acrescentando que a Prefeitura “não permitirá fura-filas e nem cederá a pressões”.

“Não deixaremos de fazer o que manda a lei. Só serão vacinados nesta etapa aqueles que estiverem dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, que são os idosos de 78 a 89 anos e os trabalhadores de saúde que estão atuando na linha de frente de combate à covid. Lembrando que dos profissionais que estão na linha de frente, já vacinamos mais de 70%. Além disso, todas as listas que foram repassadas ao município pela rede particular foram atendidas”, salientou.

Consórcio

Durante a coletiva, Edvaldo também destacou os esforços da Prefeitura de Aracaju para a aquisição de novas doses de vacinas. Entre as medidas que já estão sendo colocadas em prática, o prefeito ressaltou a assinatura do Protocolo de Intenções, na última segunda-feira, 1º, em que o município manifestou interesse em participar do consórcio público nacional, juntamente com 300 prefeitos.

“Estamos buscando todas as formas para adquirir vacinas. Assinamos o Protocolo de Intenções e no próximo dia 19 será o lançamento desse consórcio. São mais de 300 prefeitos trabalhando, juntos, na busca por vacinas. É importante deixar claro que não queremos competir com o governo federal. Estamos somando esforços para que a população seja vacinada o quanto antes. O vírus não tem ideologia, classe social, não tem idade. Ele ataca a todos nós. O que precisamos é que cada cidadão faça sua parte, use máscara, mantenha o isolamento social, enquanto os governos federal, estaduais e municipais atuam. Esta é a maneira efetiva, concreta para o combate a esse mal que tem causado graves problemas de saúde e na economia do país”, constatou.

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *