Pular para o conteúdo
Início » Em Aracaju, equipes da Prefeitura monitoram situação da chuva por toda a cidade

Em Aracaju, equipes da Prefeitura monitoram situação da chuva por toda a cidade

Conforme previsto pela Defesa Civil de Aracaju, a capital registra chuvas, relâmpagos e trovões desde a madrugada desta sexta-feira, 20. Nas últimas 12 horas, foram acumulados 58 mm de volume de água e, mesmo sendo significativo, não houve registro de ocorrências relacionadas às precipitações, até o momento. A Prefeitura de Aracaju mantém as equipes em alerta, monitorando os pontos de risco da cidade.
De acordo com o secretário municipal da Defesa Social e da Cidadania e coordenador da Defesa Civil, tenente-coronel Silvio Prado, a previsão de chuva continua até as 7h deste sábado, 21. Até o momento, as chuvas permanecem bem distribuídas, e, devido ao trabalho preventivo desenvolvido pelas equipes municipais ao longo do ano, não há registros de transtornos.
“Mesmo assim, desde a madrugada nós estamos com as equipes da Defesa Civil monitorando os pontos de alagamento da cidade para que possamos diminuir os impactos causados pelas chuvas, com acionamento de todo o Comitê de Gerenciamento de crise da Prefeitura”, reitera o tenente-coronel Silvio.
O monitoramento segue redobrado principalmente em áreas da zona Norte de Aracaju, pela preocupação com o encharcamento de solo nos bairros Cidade Nova, Porto Dantas, Soledade, Industrial e bairro América.
“As áreas de risco alto e muito alto seguem monitoradas. Fazemos visitas, principalmente, quando atinge um volume acima de 100 mm porque, em alguns casos, temos que retirar as famílias das residências, para que numa situação de risco e deslizamento de terra, essas pessoas não estejam em casa”, destaca o secretário.
Na tarde desta quinta-feira, 19, o prefeito Edvaldo Nogueira se reuniu com os membros do Comitê de Gerenciamento de Crise da Prefeitura e pediu “máxima atenção” aos órgãos operacionais da administração municipal, diante da possibilidade de chuvas intensas na cidade.
Serviços
Com a informação da chegada da frente fria, a Prefeitura de Aracaju intensificou, antecipadamente, a limpeza dos principais canais da cidade, como o localizado na Avenida Airton Teles, para melhorar a fluidez e escoamento da água durante o período de chuva.
Com o monitoramento redobrado nesta sexta-feira, 20, equipes da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) realizam serviços de desobstrução de drenagem na Praça da Imprensa, limpeza de bocas-de-lobo na avenida Francisco Porto, no bairro 13 de Julho; desobstrução de drenagem na avenida Coelho e Campos, no Centro; limpeza de drenagem na rua Alagoinhas, no bairro Dom Luciano; limpeza de drenagem na avenida Maranhão, no bairro 18 do Forte.
Equipes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) também atuam nestes serviços em pontos específicos, como o Largo de Aparecida, no bairro Jabotiana; limpeza de boca-de-lobo na rua Santa Rosa, no Centro; limpeza de drenagem no bairro São Conrado.
A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT) também atua nesta sexta-feira chuvosa, com monitoramento em vias principais como as avenidas Euclides Figueiredo e Anísio Azevedo. Até o momento, nenhuma via precisou ser bloqueada e somente o semáforo do cruzamento entre as avenidas Adélia Franco e Hermes Fontes apresentou problemas, devido a furto de cabo.
Alerta
A população foi informada sobre a previsão de chuva intensa, por meio do Serviço de Alerta por SMS 40199, no qual estão cadastrados mais de 51 mil contatos telefônicos. “Esse serviço permite que a população tenha a informação oficial, encaminhada pela Defesa Civil, para que possam redobrar o estado de observação, especialmente nas áreas de risco”, destaca o tenente-coronel Silvio.
O secretário alerta a população que reside no topo de encostas, verificando o perímetro, bem como regiões próximas de árvores ou postes que estejam sofrendo inclinação. “É preciso observar se dentro da residência acontece afundamento de piso ou aparecimento de rachaduras nos solos, na parede de alvenaria, ou barulho no telhado, pois isto pode denotar movimentação do solo. Nestes casos, a pessoa deve sair imediatamente da residência e entrar em contato com a Defesa Civil”, orienta.

Em caso de emergência, a população deve acionar a Defesa Civil através do serviço 199, que funciona 24.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter