Em Aracaju, rejeição a candidatos ligados ao bolsonarismo dispara, indica Ibope

Na segunda pesquisa de intenções de voto realizada pelo Ibope e divulgada pela TV Sergipe nesta quinta-feira (22), os candidatos a prefeito de Aracaju que se apresentam como bolsonaristas dispararam em rejeição.

O candidato Lúcio Flávio (Avante), apoiado pela ministra Damares Alves, foi o que mais cresceu em rejeição – aumento de 9 pontos percentuais – entre os candidatos de direita que defendem abertamente a pauta conservadora do presidente Jair Bolsonaro.

Almeida Lima, que disputa a eleição pelo partido ao qual é filiado o vice-presidente da República, o PRTB, é o nome mais rejeitado pelos eleitores entrevistados pelo Ibope – 47% dizem não votar nele de jeito nenhum.

Na sequência, em segundo lugar no quesito rejeição, com 31% – salto de 6 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior -, aparece o candidato Rodrigo Valadares (PTB), que se apresenta como legítimo representante do bolsonarismo na capital sergipana.

O candidato Paulo Márcio (DC), que também buscar conquistar o voto dos eleitores identificados com as bandeiras defendidas por Bolsonaro, é rejeitado por 13% dos entrevistados, um crescimento significativo de 6 p. p., o mesmo percentual de aumento da rejeição ao nome de Georlize (DEM), cuja candidatura também se situa no campo conservador.

Embora também busque o eleitor mais inclinado à direita, a candidata Danielle Garcia (Cidadania), ligada ao ex-juiz Sérgio Moro, evita uma aproximação mais direta com o presidente Bolsonaro. Ainda assim, a rejeição dela avançou 13 pontos percentuais, o maior crescimento registrado dentre as onze candidaturas majoritárias.

A pesquisa do Ibope, registrada na Justiça Eleitoral sob o número de identificação SE‐08376/2020, tem margem de erro de 4 p. p. para mais ou para menos, e nível de confiança de 95%. O instituto entrevistou 504 eleitores aracajuanos entre os dias 20 e 21 deste mês.

Por Imprensa 24h Na segunda pesquisa de intenções de voto realizada pelo Ibope e divulgada pela TV Sergipe nesta quinta-feira (22), os candidatos a prefeito de Aracaju que se apresentam como bolsonaristas dispararam em rejeição.

O candidato Lúcio Flávio (Avante), apoiado pela ministra Damares Alves, foi o que mais cresceu em rejeição – aumento de 9 pontos percentuais – entre os candidatos de direita que defendem abertamente a pauta conservadora do presidente Jair Bolsonaro.

Almeida Lima, que disputa a eleição pelo partido ao qual é filiado o vice-presidente da República, o PRTB, é o nome mais rejeitado pelos eleitores entrevistados pelo Ibope – 47% dizem não votar nele de jeito nenhum.

Na sequência, em segundo lugar no quesito rejeição, com 31% – salto de 6 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior -, aparece o candidato Rodrigo Valadares (PTB), que se apresenta como legítimo representante do bolsonarismo na capital sergipana.

O candidato Paulo Márcio (DC), que também buscar conquistar o voto dos eleitores identificados com as bandeiras defendidas por Bolsonaro, é rejeitado por 13% dos entrevistados, um crescimento significativo de 6 p. p., o mesmo percentual de aumento da rejeição ao nome de Georlize (DEM), cuja candidatura também se situa no campo conservador.

Embora também busque o eleitor mais inclinado à direita, a candidata Danielle Garcia (Cidadania), ligada ao ex-juiz Sérgio Moro, evita uma aproximação mais direta com o presidente Bolsonaro. Ainda assim, a rejeição dela avançou 13 pontos percentuais, o maior crescimento registrado dentre as onze candidaturas majoritárias.

A pesquisa do Ibope, registrada na Justiça Eleitoral sob o número de identificação SE‐08376/2020, tem margem de erro de 4 p. p. para mais ou para menos, e nível de confiança de 95%. O instituto entrevistou 504 eleitores aracajuanos entre os dias 20 e 21 deste mês.

Por Imprensa 24h 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta