Pular para o conteúdo
Início » Em celebração do Dia da Higienização das Mãos Unimed Sergipe promove ação de conscientização

Em celebração do Dia da Higienização das Mãos Unimed Sergipe promove ação de conscientização

Em 5 de maio, o mundo inteiro celebra o Dia Mundial da Higienização das Mãos, uma prática que sempre foi muito importante para a saúde, mas que ganhou ainda mais destaque durante a pandemia do novo Coronoavírus. Para celebrar a data, a Unimed Sergipe promoveu durante todo o dia uma ação educativa em seu hospital, com o objetivo de reforçar os protocolos de higienização entre a sua equipe.
A enfermeira da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Unimed, Jessika Ramos, visitou enfermeiros e médicos realizando um jogo de perguntas e respostas. O quiz trazia questionamentos sobre a higienização das mãos nos protocolos de atendimento hospitalar, como momentos em que se deve fazer a higienização, forma correta, entre outras abordagens.
“Higienizar as mãos é o método mais barato e eficaz de prevenir infecções dentro de hospitais, pois as mãos são as principais responsáveis por disseminação de microrganismos em qualquer ambiente, mas principalmente no hospitalar, pois usamos as mãos para tudo. Quando temos isso como uma prioridade, reduzimos as infecções cruzadas, que acontece quando pegamos em um paciente e, sem o uso de EPIs adequados e a não higienização das mãos, levamos microrganismos dele para outro paciente”, explica a enfermeira Jessika.
A infectologista cooperada Unimed Sergipe, a médica Mariela Cometki, que também é coordenadora da CCIH do Hospital Unimed, explica que o ato de higienizar as mãos pode parecer despretensioso, mas a pandemia mostrou a sua real importância. “60% das pessoas não lavam as mãos após ir ao banheiro. Na assistência ao paciente, esse simples ato é gesto não somente de limpeza, mas de economia e responsabilidade, pois as infecções hospitalares são, em grande parte, atribuídas, a falta de higienização das mãos. Vamos dar exemplo e salvar vidas”, pontua Mariela.
Celebração
Em 2022, o dia tem como tema “Unidos em prol da segurança: lave as suas mãos”, definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O tema é um apelo a profissionais de saúde doentes e seus familiares para que se unam na higiene das mãos de modo a alcançar uma cultura de cuidados mais seguros e de melhor qualidade.
“Quanto mais falarmos de higienização das mãos e fazê-la corretamente, vamos garantir uma menor propagação dos microrganismos não só em hospitais, como em toda a comunidade. No Hospital Unimed, orientamos sobre a forma correta da higienização até para o pessoal do administrativo, que entram em contato com prontuários e com papéis que saem do hospital”, conta a enfermeira Jessika.
Sobre a forma correta de higienizar as mãos, a enfermeira afirma que o álcool 70%, seja líquido ou em gel, é eficaz, porém, deve-se dar prioridade a água e sabão. “O álcool 70 é comprovado cientificamente como eficaz, porém não podemos passar o dia inteiro usando, porque acabará criando camadas e em pouco tempo não mais fará efeito. Orientamos que, a cada seis vezes que usar o álcool, utilize água e sabão da forma correta, para garantir que vai tirar as camadas de gel das mãos”, enfatiza Jessika.