Pular para o conteúdo
Início » Equipe de remo das Mulheres de Peito fica em terceiro lugar em festival na cidade de Paulo Afonso

Equipe de remo das Mulheres de Peito fica em terceiro lugar em festival na cidade de Paulo Afonso

A equipe de remo com mulheres mastectomizadas da Associação Mulheres de Peito participou no último final de semana do “Carranca Boat Roama”, 3º Festival Dragon Boat do Nordeste, para sobreviventes de câncer de mama e ficou em terceiro lugar.

A equipe da Associação Mulheres de Peito, de Sergipe, “Equipe Dragon Boat Mulheres de Peito Remando Com Garra” é a primeira equipe de dragon boat do estado. Elas treinam duas vezes por semana nas imediações do Parque dos Cajueiros. O que começou com apenas um encontro de mulheres para atividade física, foi crescendo e se tornou algo sério e muito importante na vida destas mulheres.

Para a capitã do time sergipano, as expectativas foram as melhores. “Sem dúvidas, a estrutura voltada para nossa modalidade Dragon Boat ajuda muito, e nossas adversárias têm estrutura muito boa, por conta do barco que nós não temos, pelos treinadores capacitados, tudo isso conta”, afirmou Lidivânia Santos.

“A Prefeitura de Paulo Afonso apoiou a equipe local, comprou barcos e reformou outros. Estamos aguardando o restante das equipes, tivemos a participação de 70 pessoas sobreviventes de câncer. Então, a animação, a interação e a festa foram garantidas”, afirmou Lidivânia.

“Falamos sobre isso com muita emoção. Porque, a princípio, queríamos apenas estar próximas de pessoas que passariam e entenderiam todo processo de tratamento oncológico. E agora, estamos vendo tudo isso acontecer, é sem palavras. Só tenho gratidão a Deus e a todos que contribuíram e fizeram parte dessa história”, destacou Aline Souza, presidente da Associação Mulheres de Peito.

“Participar desta competição foi a representação maior da garra, do esforço, da dedicação e da vitória de todas as mulheres de peito. Elas não se deixaram ser derrotadas pela doença. Lutaram com garra e hoje são atletas. Venceram a batalha da vida. Estamos orgulhosas”, completou Aline Souza.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter