Escândalo no Cidadania: eleitores acusam deputado do partido de ter praticado crime eleitoral

Uma doação para a campanha eleitoral do então candidato e hoje deputado estadual eleito, Dr. Samuel Carvalho, está sendo alvo de investigação por parte do Ministério Público Estadual (MPE), que recebeu na manhã desta segunda-feira (15), a denúncia de crime eleitoral.

As informações são de que quatro moradores do município de Nossa Senhora do Socorro, protocolaram o pedido de investigação junto a ouvidora do MPE. Em Seguida, o órgão solicitou que seja informado qual o Município do local dos fatos, no prazo de 48 horas, o que foi feito na manhã de hoje.

As informações são de que os denunciantes pediram uma investigação contra a prestação de contas da eleição de 2018, em que o Deputado Dr. Samuel Carvalho (Cidadania), foi eleito.

Na prestação de contas apresentada pelo parlamentar, consta os moves de quatro pessoas e que, cada um, a doação de R$ 3.000,00 (três mil reais) em serviços de rua. Acontece que eles só tiveram conhecimento que seus nomes estavam na relação de doadores do deputado, através de um grupo de WhatsApp chamado “Tribuna Livre”.

Publicidade:

Alem disso o valor de R$ 3.000,00 ultrapassa o limite de 10% dos rendimentos brutos do ano anterior de todos os citados.

A assessoria do MPE confirmou a informação, explicando que o pedido de investigação foi protocolado na manhã de hoje na ouvidora do órgão.

Fonte: FaxAju

 

Direito de Resposta:

O Deputado Dr. Samuel Carvalho vem a público informar que ficou surpreso ao tomar conhecimento de notícia veiculada no site FaxAju segundo a qual 4 (quatro) pessoas formularam denúncia no Ministério Público de Sergipe afirmando que não teriam feito doação para a campanha do Deputado em 2018, mas seus nomes aparecem na prestação de contas.

O Deputado esclarece que a denúncia é absolutamente infundada, e provavelmente foi motivada pela disputa política que se avizinha em Nossa Senhora do Socorro.

Vale lembrar que o Deputado é pré-candidato a prefeito naquela municipalidade e a denúncia, surgida agora de forma surpreendente, possivelmente foi formulada por apoiadores do atual prefeito da cidade, que tentam sem sucesso atingir a imagem do Deputado.

Aliado a isso, em nenhum momento houve doação em dinheiro desses quatro indivíduos,  e sim doação do serviço como militância de rua (valor estimado) devidamente registrados através de recibos eleitorais.

O Deputado reforça que todas as doações recebidas durante sua campanha estão devidamente documentadas.

Assim, o Deputado esclarece que acredita no arquivamento da denúncia vazia formulada pelas 4 (quatro) pessoas, haja vista que, como dito, a prestação de contas já foi julgada pela Justiça Eleitoral, e acrescenta que adotará as medidas legais cabíveis no sentido de responsabilizar os acusadores.

 

Fonte: Assessoria Parlamentar

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *