Pular para o conteúdo
Início » Escola sergipana implanta sistema de QR code para gerenciar rotina escolar

Escola sergipana implanta sistema de QR code para gerenciar rotina escolar

Há cerca de um mês a comunidade escolar do Centro de Excelência José Rollemberg Leite, unidade que oferta o Ensino Médio em Tempo Integral, no bairro José Conrado de Araújo, em Aracaju, está implementando um Sistema de Gerenciamento de Rotinas Escolares. É um sistema na web com leitura de QR Code para o acesso de alguns serviços dentro da unidade escolar.

A novidade está em fase de adaptação para os estudantes do Ensino Médio, e até a próxima semana os alunos do Ensino Fundamental também serão inseridos. A equipe diretiva distribuiu carteirinhas contendo de um lado a identificação de cada um dos 199 estudantes do Ensino Médio, e do outro lado um código de QR code para ser facilmente escaneado, utilizando-se um telefone.

Segundo a diretora, Andreza Cristina Andrade, a ideia surgiu para monitorar o horário de chegada e saída dos estudantes na escola, tendo como base as informações captadas a partir do QR code. No entanto, as funcionalidades foram ampliadas para a merenda, causando mudanças até no cardápio servido pela unidade escolar. O aparelho celular utilizado para escanear os códigos dos estudantes pode ser tanto da diretora como das coordenadoras e tem acesso ao Sistema de Gerenciamento de Rotinas Escolares.

“Nós desenvolvemos um sistema que funciona na internet e é multiusuário. Os dados são gravados automaticamente em um banco de dados na nuvem para garantir a segurança, e o acesso ao sistema acontece por meio do site da escola. Assim, nós geramos as carteirinhas com o número de matrícula que consta no Sistema Integrado de Gestão Acadêmica da Seduc e ela serve não somente para gerenciar a rotina da merenda, como também deverá ser utilizada para a distribuição do kit escolar, distribuição de livro didático, empréstimo de livros etc. Nós já iniciamos a catalogação do acervo da biblioteca porque também vamos utilizar o QR code para o empréstimo de livros”, relatou a diretora Andreza Cristina.

A gestora tem formação em programação, e com o apoio do esposo, Carlos Fernando Dias, que também é programador e leciona Matemática na Rede Pública Estadual de Ensino, a ideia passou a ser construída. “Foi bem positivo desenvolver o sistema porque ele conseguiu nos dar uma visão minuciosa de como nós precisamos gerenciar melhor a merenda, do quanto tratar da merenda escolar é importante para garantir que todos os estudantes tenham acesso a essa merenda na quantidade correta. Isso me permitiu verificar a média de estudantes que se alimentam todos os dias a cada refeição, quanto a unidade precisa de alimento para cada estudante e também a identificar um estudante que não se alimenta na escola e o porquê”, relatou Andreza Cristina.

É dessa forma que a equipe gestora inova e promove o alinhamento das rotinas escolares com o avanço do que podemos chamar de “internet das coisas”, pois, com as informações obtidas por meio da inovação, é possível ter acesso a um relatório semanal para fazer a avaliação das rotinas escolares e realizar as devidas melhorias no sistema e no dia a dia da escola. Um exemplo que aconteceu, segundo a coordenadora pedagógica, Ana Isabel Mendonça Moura, foi a mudança no preparo da carne moída servida pela escola.

“Inicialmente nós tínhamos o propósito de controlar o horário de chegada dos alunos e se estendeu para a merenda escolar. Agora nós conseguimos visualizar se o estudante lanchou, quantas vezes, e temos a oportunidade de avaliar o que eles gostam mais. Por exemplo, fazia um tempo que percebemos que os estudantes não gostavam da carne moída, mas o modo de preparo foi alterado e a aceitação deles mudou completamente porque no dia em que fizemos a carne moída diferente observamos no Sistema que eles repetiram mais vezes que o esperado”, contou Ana Isabel.

O QR code tem funcionado prioritariamente para a merenda escolar, mas com apenas um mês de utilização já tem a aprovação dos estudantes, que esperam que ele seja ampliado para as funções já mencionadas. O jovem protagonista, da 1ª série do Ensino Médio, não só aprovou como tem ajudado na confecção das carteirinhas que serão distribuídas para as turmas de Ensino Fundamental. “Foi uma iniciativa nova que renovou a escola inteira porque os estudantes ajudam nesse monitoramento de chegada e saída, além da merenda. É importante até para os pais que, caso seja necessário, terão a informação dos horários do filho e se ele se alimentou na escola, por exemplo. A carteirinha foi um meio de a gestão escolar atuar e monitorar a nossa rotina, e eu acredito que é o primeiro passo de vários avanços que estão por vir”, contou.

Para o jovem estudante da 1ª série do Ensino Médio, Josimário Alves dos Santos, a ideia foi muito importante para alinhar as necessidades dos estudantes à rotina da escola. “Isso é importante porque percebemos uma nova evolução na escola, pois essa inovação melhora tudo que acontece nela. Quando eu cheguei aqui não tinha esse sistema e havia pessoas que atrasavam a hora de lanchar enquanto os colegas repetiam. Com o sistema ficou melhor porque é possível ver quem já lanchou, quem falta, se pode repetir”, concluiu.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter