Escolas municipais e estaduais mobilizam alunos para participarem do Saese

Com a proximidade da aplicação do Sistema de Avaliação da Educação Básica do Estado de Sergipe (Saese), escolas das redes estadual e municipais já se preparam e mobilizam os seus alunos em torno da participação deles nas provas, que terão início na próxima segunda-feira, 18, e vão até o dia 29 de outubro, com todos os estudantes do 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio, com foco nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Ao longo dos últimos meses, o secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, vem promovendo encontros virtuais com diretores de escolas e secretários municipais, no sentido de mostrar a importância dessa avaliação e incentivar a participação dos estudantes.

 

A Seduc e as secretarias municipais de Educação realizam uma força-tarefa para, juntas, aplicarem os testes do Saese. Essa é a primeira vez que o Estado fará a avaliação externa em larga escala, colocando em prática a meta 7 do Plano Nacional de Educação. Serão aplicados testes cognitivos de Língua Portuguesa e Matemática, além de questionários para estudantes, professores e diretores escolares, com o intuito de avaliar a qualidade, a equidade e a eficiência da educação sergipana. Os resultados obtidos vão permitir avaliar os níveis de aprendizagem e serão um indicativo da qualidade do ensino no estado de Sergipe.

 

As unidades de ensino também vêm fazendo a sua parte, como é o caso do Centro de Excelência 28 de Janeiro, em Monte Alegre de Sergipe. De acordo com a diretora, Thaise Muller Pontes, as aulas 100% presencias já retornaram para os alunos das turmas que participarão do Saese, mantendo todo o distanciamento necessário e os cuidados de biossegurança. A gestão escolar vem promovendo conversas com as famílias, além de simulados, aulões, divulgação em mídias digitais. Na sexta-feira, 15, será realizada a entrega de kits de merenda escolar, ocasião em que será feito também um diálogo com os pais no sentido de mobilizarem seus filhos a participarem da avaliação estadual.

 

“Toda a escola sai ganhando. Essa avaliação vem contribuir para preparar os nossos alunos para o Saeb, avaliação nacional que acontecerá entre os meses de novembro e dezembro. E o retorno disso vai agilizar nossos processos e promover melhorias no nosso planejamento para o ano de 2022, após esse período pandêmico por que passamos”, disse.

 

O mesmo empenho tem tido a Escola Estadual Pedro Almeida Valadares, em Itaporanga d’Ajuda. Segundo a diretora, Marcela dos Santos Lacerda, a unidade de ensino tem promovido ações de mobilização dos alunos e intensificação na aplicação dos simulados nas turmas de 9º ano que serão avaliadas. Com relação à mobilização, a equipe diretiva e professores têm conversado diariamente com os estudantes no intuito de sensibilizá-los e mostrar a importância dessa avaliação para melhoria e desenvolvimento das redes de ensino. “Estamos mostrando seu papel como protagonistas do processo e enfatizando a importância do Saese para o nosso colégio e nossa rede. Esse trabalho de conscientização é de suma importância para a participação de todos e para a efetividade do processo de avalição, que nos possibilitará acesso a dados para traçarmos nossas estratégias de ensino, mantendo ações que estão mostrando resultados positivos e melhorando aquelas que não estão contribuindo no processo de ensino-aprendizagem” disse.

 

Ela explicou ainda que a mobilização com os pais tem sido feita também nos momentos de reuniões, para esclarecer a respeito das avaliações, bem como por meio do whatsapp.

 

 

Mobilização nos municípios

 

Os municípios sergipanos também estão preparando as suas redes de Educação e incentivando os seus alunos à participação na aplicação do Saese. É o caso de Indiaroba, no Sul sergipano, onde a mobilização está a todo o vapor. De acordo com o secretário municipal de Educação, três unidades de ensino receberão a aplicação do Saese. Ele conta que desde o início de outubro está sendo realizado o processo de sensibilização com diretores escolares, coordenadores pedagógicos, assistentes administrativos, professores e alunos, visitando-os em suas residências.

 

Ainda segundo o gestor da pasta da Educação, as escolas têm autonomia para criar suas próprias estratégias. Ele falou sobre a importância do regime de colaboração entre o Estado e os municípios. “Essa parceria é essencial. Eu acho que o estado, com seus posicionamentos, tem batido recorde de positividades em prol do desenvolvimento da educação. E a postura da Secretaria de Estado da Educação, na pessoa do secretário Josué Modesto, tem sido relevante demais. As políticas públicas têm sido com o P maiúsculo mesmo, e o posicionamento frente a uma pasta tão relevante tem feito toda a diferença. A gente agradece demais essa parceria nos processos formativos e cooperativos. Os resultados constatarão essa relação de proatividade e de responsabilidade mútua das duas secretarias, que se mobilizam, que acreditam em uma proposta única para a educação de Sergipe”, declarou.

 

Ainda segundo Ginaldo Lessa, o desafio agora é trazer aqueles alunos que ainda não aderiram às aulas presenciais. “O desafio torna-se maior porque um dos fatores mais importantes para o sucesso da aplicação do Saese é a presencialidade do educando. Estamos com essa preocupação, até porque alguns que estão com atividades pedagógicas presenciais estão em outros municípios ou viajando, apenas pegam pontualmente suas atividades. E no dia dessa avaliação será necessária a presença. Nossa equipe tem visitado as comunidades e conversado diretamente com os pais de alunos”, explicou.

 

Já em Estância, também no Sul sergipano, a prefeitura também tem se organizado para as avaliações do Saese. Segundo a coordenadora do Núcleo de Avaliação, Pesquisa e Estatística (Nape) da Secretaria de Educação do município, a equipe da Semed reuniu-se com os gestores, técnicos e professores de todas as unidades de ensino para traçar o plano de ação que envolve a sensibilização e mobilização a fim de alcançar 100% de frequência no dia D da Aplicação. Além disso, foi traçada a realização de atividades que promovem a melhoria da proficiência dos estudantes, e ações como a ambientação dos espaços físicos, simulados, ligações aos responsáveis, idas in loco às residências, aulões virtuais e presenciais, entre outras.

 

A secretária de Educação de Estância, Aurenitha Morgana Barreto Menezes de Souza, também destaca ser importante a parceria com o Estado e declara que o Saese é necessário para a melhoria da educação. “A parceria entre o Estado e o município é muito importante. Estamos irmanados com um objetivo único. A aplicação do Saese é uma importante ferramenta para que nós, gestores, possamos ver o que  precisamos melhorar e adotarmos medidas eficientes para avançarmos cada vez mais no processo de ensino-aprendizagem. Por isso, fizemos questão de mobilizar todo o nosso corpo técnico para que possamos alcançar o maior número de estudantes e, consequentemente, termos um panorama mais real da nossa situação”, afirmou.

Assessoria de Comunicação da SEDUC – ASCOM

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta