Pular para o conteúdo
Início » Espaço em homenagem aos Povos Originários é inaugurado no Museu da Gente Sergipana

Espaço em homenagem aos Povos Originários é inaugurado no Museu da Gente Sergipana

Além da inauguração, a iniciativa contará com Roda de Conversa e Dança do Toré. Inscrições para Roda de Conversa podem ser feitas plataforma de agendamento no site

No mês alusivo ao Dia dos Povos Indígenas, 19 de abril, o Instituto Banese, através do Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda, realizará uma programação voltada para a conscientização acerca do valor e do respeito aos indígenas. As atividades acontecerão no dia 29 de abril, sexta-feira, a partir das 14h, com a participação de pesquisadores, integrantes de comunidades indígenas de Sergipe, estudantes, além do público em geral.

O reconhecimento, a preservação e a valorização das tradições dos povos originários, sua atuação e luta pela demarcação de terras e pela garantia de tantos outros direitos serão alguns dos temas discutidos na Roda de Conversa ‘O Lugar dos Povos Originários no Mundo Contemporâneo’, às 14h. O bate-papo contará com as presenças do Cacique Bá (líder do Povo Xokó), de Ivanilson Martins Xokó (professor e pesquisador do tema ‘Os Índios na História’), de Josete Fulkaxó (representante da comunidade), de Denizia Kawany Fulkaxó (Pedagoga, Mestre em Povos Africanos, Indígenas e Culturas Negras) e da Prof.ª Dra. Valéria Maria Santana Oliveira (autora do livro ‘Povo Xokó: Memória, Identidade e Educação’), com a mediação de Carine Pinto (Mestre em História, pesquisadora em Cultura, Representações e Historiografia).

A programação seguirá com a inauguração de um espaço referente aos povos indígenas que irá compor a instalação ‘Nossas Histórias’. A iniciativa de inclusão da temática no acervo do museu é uma justa homenagem aos nossos povos originários, enriquecendo o mergulho na história e na cultura sergipana. Denominado de ‘Saberes dos Povos Originários de Sergipe’, o nicho será uma vitrine para peças artesanais de decoração, indumentárias, instrumentos musicais, dentre outros, que apresentarão aos visitantes os saberes tradicionais da herança das comunidades Xokó e Fulkaxó, que precisam ser conhecidos e preservados.

A programação, totalmente gratuita, será encerrada no átrio do museu, com apresentação da Dança do Toré. Ao longo do evento, serão comercializados artefatos feitos pela comunidade Fulkaxó e obras literárias, de autoria dos palestrantes, com a temática dos povos indígenas de Sergipe.

Inscrições

Para participar da Roda de Conversa é preciso se inscrever na plataforma de agendamento de visitas, no site www.museudagentesergipana.com.br. Basta localizar a data (29 de abril) e o nome do evento (Roda de Conversa ‘O Lugar dos Povos Originários no Mundo Contemporâneo’) e preencher com os dados solicitados. As vagas são limitadas para a Roda de Conversa.

Mais informações sobre a programação no Instagram (@museudagentesergipana_oficial e @institutobanese).

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter