EXCLUSIVO: Adílson anuncia pré-candidatura a prefeito de São Cristóvão

Com exclusividade ao Imprensa 24h, o vice-prefeito de São Cristóvão, Adílson Junior (PSD), anunciou que vai disputar a eleição deste ano, no município, na condição de candidato a prefeito, fazendo frente ao projeto de reeleição de Marcos Santana (MDB).

Adílson vai se filiar ao PSD no próximo mês de março, quando então lançará sua pré-candidatura pelo partido do governador Belivaldo Chagas e do deputado federal Fábio Mitidieri.

“Estou à disposição do povo de São Cristóvão e do meu partido [PSD] para disputar a eleição como candidato a prefeito”, garante o vice-prefeito Adílson Junior, ao ressaltar que esse anúncio ocorre após conversas que manteve com seu grupo político.

Segundo Adilson, o prefeito Marcos Santana deixou de lado o plano de governo que apresentaram à população nas eleições de 2016, e realiza um governo “sem criatividade, sem obras estruturantes”.

“O prefeito Marco Santana poderia ter governado ouvindo mais, inclusive com participação popular, mas preferiu fazer um governo fechado ouvindo poucas pessoas”, analisa o vice e pré-candidato a prefeito Adílson Junior.

Ainda em relação à atual gestão municipal, o vice-prefeito reconhece que, se comparada à situação encontrada em 2017, hoje a cidade está melhor. “Mas, diante da grande esperança de mudança de renovação que o povo de São Cristóvão esperava, infelizmente não temos grandes avanços”, diz.

Adílson relembra que, mesmo estando em condições favoráveis de disputar a eleição de 2016, como cabeça de chapa, decidiu retirar sua candidatura, em nome do grupo, e apoiar Marcos Santana, que então lhe convenceu a ser o candidato a vice. “Não saí de casa para pedir a Marcos para ser seu vice”, frisou, ao destacar que aceitou o desafio que o então candidato lhe fez, acompanhado de Vanderlê e Carlos Tadeu.

“Mas, depois de eleito, nunca fui chamado para discutir, para opinar, mesmo sabendo que a decisão sempre será do prefeito. Ele prefere fazer um governo solitário e fechado. Não temos uma só indústria ou grande empresa instalada no município nos últimos anos para gerar emprego e renda, não tem política de atração de investimentos, o distrito industrial que seria um grande marco para o desenvolvimento não foi prioridade para essa gestão”, afirma Adilson.

O vice-prefeito reconhece que a atual legislação do país limita o poder de decisão e de atuação do cargo que ocupa. Porém, argumenta Adílson, quando se tem um prefeito aberto à discussão, o vice ainda tem como ajudar.

“Mas, infelizmente, para Marcos Santana o vice prefeito tem o papel decorativo de substituir o prefeito na sua possível ausência, por isso resolvi não mais disputar a eleição como vice prefeito, pois vejo muitos problemas, sei como resolvê-los, mas infelizmente não posso resolver”, justifica.

Adílson destaca que em sua caminhada rumo à vitória nas urnas em outubro, pretende agregar a seu projeto nomes como Betão e Alex Rocha. “Não vinha tratando de política, mas a partir de agora, com a proximidade dos prazos eleitorais, vamos conversar com outros pré candidatos, com lideranças políticas, com partidos para construir um bloco forte”, salienta.

O vice-prefeito de São Cristovão destaca ainda que a aliança da qual participou, em 2016, poderia ser renovada, ou não, agora em 2020. “Tivemos uma conversa com o prefeito, que nos disse que a chapa poderia ser mantida, como tem dito nas entrevistas que o vice prioritário seria Adilson Júnior, mas que só iria tratar de política em abril. Então comunicamos a ele nossa posição e entregamos os espaços indicados na gestão”, diz.

Em relação à Grande Aracaju, Adílson garante que seu grupo dará apoio político ao projeto de reeleição do prefeito da capital, Edvaldo Nogueira, “que, sem dúvida, é o melhor prefeito de Aracaju dos últimos 20 anos”. Em Socorro, está alinhado à pré-candidatura a prefeito do deputado federal Fábio Henrique, “que mudou a história do município para melhor”. E, na Barra, estará junto ao candidato indicado pelo prefeito Airton Martins.

Confira a entrevista completa:

Qual seu projeto político para 2020 em São Cristóvão, continuar vice ou disputar a eleição para prefeito?

Estou à disposição do povo de São Cristóvão e do meu partido para disputar a eleição como candidato a prefeito, tenho responsabilidade com o povo de São Cristóvão e hoje exerço o cargo de vice prefeito por isso até agora evitei de falar em política mas como o prazo de filiações se encerra no começo de abril e precisamos organizar o nosso partido e a chapa de vereadores, depois de conversar com o nosso grupo resolvemos anunciar nosso posicionamento com pré candidato a prefeito

Qual seu partido?

estou me filiando ao PSD, onde faremos um ato de filiação em março, com várias lideranças do município e pré candidatos a vereador, agradeço ao deputado federal Fábio Mitidiere e pelo convite e pelo apoio de sempre

Em Aracaju estamos alinhados com o prefeito Edvaldo Nogueira que vem fazendo uma excelente gestão, Edvaldo com certeza é o melhor prefeito de Aracaju nos últimos 20 anos, em Nossa Senhora do Socorro nosso Alinhamento político é com a pré candidatura do deputado federal Fabio Henrique que mudou a história de Socorro para melhor como prefeito, na barra dos coqueiros estaremos com o candidato indicado pelo prefeito Airton Martins do PSD

Como avalia a atual gestão?

Se compararmos com as anteriores está melhor mas diante da grande esperança de mudança de renovação que o povo de são Cristóvão esperava infelizmente não temos grandes avanços. O prefeito Marco Santana poderia ter governado ouvindo mais, inclusive com participação popular, mas preferiu fazer um governo fechado ouvindo poucas pessoas, Um governo sem criatividade, sem obras estruturantes, apresentamos à população uma proposta de governo interessante mas infelizmente quando assumiu o prefeito fez muita coisa diferente.

Marcos Santana lhe deu espaço para atuar e fazer por São Cristóvão, enquanto vice-prefeito?

Infelizmente na atual legislação do país o cargo de vice prefeito é muito limitado não tem nenhum poder de decisão ou de atuação, quando se tem um prefeito aberto, que discuta o vice ainda tem como ajudar, mas infelizmente para Marcos Santana o vice prefeito tem o papel decorativo de substituir o prefeito na sua possível ausência, por isso resolvi não mais disputar a eleição como vice prefeito pois vejo muitos problemas sei como resolver mas infelizmente não posso resolver

O que desejou fazer por São Cristóvão e não fez por falta de espaço político na administração do prefeito Marcos Santana?

Em 2016 tinha uma situação muito boa nas pesquisas, mas em nome da unidade de um grupo resolvi retirar a nossa candidatura e apoiar o atual prefeito, inclusive um dado curioso quando comuniquei ao então candidato Marcos que não seria candidato e que nosso grupo votaria nele comuniquei também que não queria ser candidato a vice prefeito, Marcos que estava acompanhado de Vanderlê e Carlos Tadeu passou a tentar me convencer a aceitar esse desafio, como não sou homem de fugir dos desafios aceitei formar a chapa junto com ele ou seja eu não sai de casa para pedir para ser vice prefeito, andamos nas ruas de são Cristóvão e o que ouvíamos do povo era a vontade de trazer o desenvolvimento de nossa senhora do socorro, com distrito industrial, Shoping, geração de empregos entre outros para são Cristóvão
Mas depois de eleito nunca fui chamado para discutir, para opinar, mesmo sabendo que a decisão sempre será do prefeito mas ele prefere fazer um governo solitário e fechado! Não temos uma só Industria ou grande empresa instalada no município nos últimos anos para gerar emprego e renda, não tem política de atração de investimentos, o distrito industrial que seria um grande marco para o desenvolvimento não foi prioridade para essa gestão!

O senhor tem uma boa relação com alguns nomes da oposição, como Betão e Alex Rocha , pretende unir esse nomes para projeto de 2020? Junto a quais outros partidos o PSD deve caminhar em São Cristóvão em uma coligação majoritária?

Sim, todos têm direito de tentar construir pré candidaturas, como disse não vinha tratando de política mas a partir de agora vamos conversar com outros pré candidatos, com lideranças políticas, com partidos para construir um bloco forte.

Filiado ao PSD, Adílson deve disputar o comando da Prefeitura de São Cristóvão?

Sim, fizemos uma aliança em 2016 que poderia ser renovada ou não para 2020, tivemos uma conversa com o prefeito que nos disse que a chapa poderia ser mantida, como tem dito nas entrevistas o vice prioritário seria Adilson Júnior mas que só iria tratar de política em abril, então comunicamos a ele nossa posição e entregamos os espaços indicados na gestão.

Fonte: Imprensa 24h

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes :

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta