Pular para o conteúdo
Início » Fábio apresenta projeto ‘Primeiro Emprego Petróleo e Gás’

Fábio apresenta projeto ‘Primeiro Emprego Petróleo e Gás’

Gerar emprego e renda para garantir alimentação é uma das propostas do pré-candidato ao governo do Estado, Fábio Mitidieri. Em entrevista à rádio Jovem Pam, na manhã desta segunda-feira, 13, Fábio falou sobre o projeto ‘Primeiro Emprego Petróleo e Gás’, capacitação de setores agropecuários e contrução de Plano de Governo em conformidade com necessidades da sociedade.

O ‘Primeiro Emprego Petróleo e Gás’ objetiva capacitar jovens para cadeia de negócios derivada da exploração de petróleo e gás, sobretudo após o projeto Projeto Sergipe Águas Profundas (SEAP) da Petrobras. A proposta do Primeiro Emprego é que o governo subsidie seis meses de estágio de estudantes da área em empresas do setor, a fim dos estudantes adquirirem experiência. Passado esse período, as empresas teriam o compromisso de contratar no mínimo 30 desses novos profissionais.

“Vamos gerar emprego para ajudar o sergipano a colocar comida na mesa. A pandemia nos trouxe um novo perfil de trabalho, mas como um jovem pode ter experiência antes de ingressar no mercado? Uma das propostas é o Primeiro Emprego Petróleo e Gás. Nesse projeto, vamos qualificar os jovens nas escolas profissionalizantes e as empresas terceirizadas da área de petróleo e gás absorvem esses estudantes com o Estado pagando seis meses de estágio. Dessa forma, esses jovens ganham a experiência e podem disputar vagas no mercado de trabalho”, explicou.

Já na área da agropecuária, Fábio citou a necessidade de ampliar a competitividade de produtores rurais e das queijarias, com capacitação e certificação.

“Na área agropecuária, precisamos que a Emdagro volte a investir em pesquisa para capacitar pequenos produtores”.

Questionado se representa a continuidade da gestão estadual, já que é pré-candidato pelo grupo governista, Fábio foi enfático.

“Não sou a continuidade do governo. Sou o avanço! Meu governo vai avançar no que está dando certo, a exemplo do equilíbrio fiscal e da recuperação de rodovias.Cada governo encontra suas dificuldades. Nosso grupo passou pelo impechemeant de Dilma, dificuldade financeira, queda de repasses. Agora, enfretamos a pandemia.
Precisamos entender que o tempo do político é diferente do tempo da sociedade e uma das preocupações sociais é o retorno da fome. Estamos atentos a isso e vamos trabalhar para gerar emprego, renda, inclusão, com atração de investimentos, capacitação de mão de obra, programas sociais como cartão Cidadão”.

Presidente

Os apresentadores Paulo Sousa e Fabiana Ferrari também perguntaram sobre o candidato à presidência à Fábio, que reafirmou seu apoio à Lula.

“Nunca escondi meu voto no presidente Lula. Votei duas vezes em Lula, em Dilma, em Haddad. No triste episódio do impecheament de Dilma, só eu e João Daniel votamos contra! Tenho afinidade com o projeto de Lula e tenho consciência que estou em um grupo plural. Democracia é isso, entender que o outro tem direito de pensar diferente”.

A escolha do vice-governador (a) foi tema de questionamento. O pré-candidato afirmou que as conversas políticas continuam, comentando a possibilidade da empresária Danusa Silva, primeira dama de Aracaju, e da servidora Luciana Déda serem cogitadas para a função.

“O nome de Danusa tem tudo a ver com que a sociedade atual deseja: mulher, mãe, trabalhadora, cuida da saúde. Luciana Déda tem uma trajetória no serviço público. Queremos uma chapa propositiva e que a sociedade se identifique”.

Foto: Erick O’Hara

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter