Pular para o conteúdo
Início » Histórias em quadrinhos ganham espaço na Biblioteca Pública Epiphanio Dória

Histórias em quadrinhos ganham espaço na Biblioteca Pública Epiphanio Dória

Exposição sobre o tema está aberta a visitação até o final do mês no segundo andar da Bped

Quem não gosta de se sentar num cantinho bem confortável, pegar aquela revista em quadrinhos e se divertir lendo histórias mirabolantes? As histórias em quadrinhos têm fãs por todo o mundo, e aqui em Sergipe não é diferente. E a boa notícia é que na manhã desta quarta-feira, 11, foi inaugurada a Sala de HQs da Biblioteca Pública Estadual Epihânio Dória. O espaço possui um acervo com mais de 2 mil quadrinhos de valor inestimável,  por ser composta de séries completas e raras e pelo grande volume de exemplares. Com a inauguração,  a Bped se torna uma das poucas bibliotecas do Brasil a possuir e conservar uma coleção de quadrinhos com esta amplitude e se coloca no mesmo patamar de grandes bibliotecas nacionais.

A inauguração contou com uma programação extensa nesse primeiro dia, com Mesa Redonda de debates sobre HQs com o tema: “HQs e seus Diálogos”; com a participação dos professores: Valéria Aparecida Bari, Victor Wladimir Cerqueira, Derley Menezes Alves e Max Batista Vieira. A tarde  teve exibição do Anime: AKIRA (Katsuhiro Otomo). Nesta quinta, 12,  a programação segue com palestra; oficinas;  além de exposição composta pelas primeiras revistas que publicaram histórias em quadrinhos no Brasil; O Tico-Tico, a revista Guri e a revista Gibi, cuja publicação consolidou o mercado de HQ no Brasil e formou gerações de fãs. Essas edições especiais fazem parte do acervo de Obras Raras da biblioteca e estão à disposição dos usuários para  que os mesmos saibam um pouco mais sobre o mundo e a importância das HQs.

“É de extrema importância termos na biblioteca Epiphanio Dória um acervo de HQs tão rico e variado, não apenas em quantidade, mas também por sua temática diversa, servindo para o público adulto e adolescente. Sabemos que as Histórias em Quadrinhos são também uma porta que desperta o interesse à literatura, por possuir sequências narrativas facilmente identificadas, dada à disposição das ilustrações, quadros e balões, apresentam histórias e valores em diferentes níveis de complexidade, constituindo um ótimo instrumento para a leitura individual e educacional. Temos certeza de que todos vão adorar, e que essa nova área será muito utilizada e apreciada”,  comentou  Juciene Maria de Jesus, diretora da Instituição, que em sua fala também fez questão de agradecer todos os envolvidos na iniciativa. “Meu agradecimento a todos os envolvidos nesse projeto, em especial ao idealizador do espaço, Gilvan José, coordenador de projetos da Bped; Caio Leone Casanova, instrutor de novas tecnologias; Douglas Barros, coordenador de audiovisual  e a Joyce Dayse, bibliotecária”, finalizou.

O Espaço HQs é aberto ao público em geral e funciona das 7h às 17h no segundo andar da Biblioteca. A coleção já está disponível para consulta e também em processo de digitalização para que em breve seja disponibilizado em formato digital aos usuários.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter