Pular para o conteúdo
Início » Maria Mendonça realizou mais de 100 proposituras nos primeiros seis meses de 2022

Maria Mendonça realizou mais de 100 proposituras nos primeiros seis meses de 2022

Contemplando diversas áreas, iniciativas abrangem Projetos de Lei, Emendas parlamentares, Indicações e Moções.

De janeiro a junho deste ano, a deputada estadual Maria Mendonça (PDT) apresentou 114 proposições parlamentares na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). As iniciativas, cuja quantidade reflete o espírito propositivo do mandato, atendem múltiplas áreas, de forma bem planejada e estratégica, com o intuito de proporcionar melhorias diversas e eficazes para o Estado e para a vida do povo sergipano.

“Como representantes do povo, nossa missão constitucional é atuar, com todo o empenho que nos é possível, em prol da população”, destacou ela que, através de Projetos de Lei, Emendas parlamentares, Indicações e Moções, contribuiu diretamente para setores essenciais à vida dos cidadãos e cidadãs de Sergipe, como infraestrutura, saúde, educação, segurança pública, esporte, cultura e turismo.

“O compromisso do nosso mandato sempre foi com o interesse público e não com o de grupos particulares. Por isso, envidamos esforços para contribuir no aprimoramento daquilo que é direito de todos”, explicou a deputada, acrescentando, ainda, que sua atuação foi guiada pelas necessidades prioritárias da população sergipana.

Um dos exemplos disso foi a Indicação 67/2022, em que a parlamentar sugere ao governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, a criação de uma rodovia que interliga os municípios de Ribeirópolis e Itabaiana. O objetivo, não é só melhorar a mobilidade local, mas, também, dar acesso à Rota do Sertão. A atenção de Maria com a infraestrutura pode ser vista ainda nas indicações 47/22 e 382/22, que pedem ao Governo do Estado implantação de iluminação pública, sinalização e faixas de pedestre ao longo da Rodovia Inácio Barbosa, localizada em Aracaju.

A deputada também propôs diversas iniciativas voltadas ao empoderamento feminino e proteção às mulheres. Reflexo disso é a emenda parlamentar de R$ 25 mil enviada ao Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) da Polícia Civil, através da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Sergipe. A preocupação nesse sentido é multidisciplinar e com olhar amplo, o que levou Maria a criar o Projeto de Lei (PL) 17/22, que institui a Campanha de Equidade de Gênero e Combate ao Machismo nas unidades de ensino das redes pública e privada de Sergipe.

Além disso, a saúde pública foi um dos pontos de atenção da parlamentar ao longo dos seis primeiros meses do ano. Ao município de Moita Bonita, ela destinou um total de R$ 190 mil em emendas para apoio financeiro à área, além de R$ 50 mil, também por meio desse instrumento parlamentar, para fortalecimento da estrutura de atendimento de saúde de Campo do Brito. A fim de valorizar os profissionais de saúde, ela apresentou Moção de Apelo para que a bancada sergipana no Senado Federal votasse a favor da PEC 09/2022, que institui piso salarial de dois salários-mínimos a agentes comunitários de saúde e de combate às endemias.

Para contemplar os segmentos da cultura e educação, ela apresentou o PL 12/22 – já aprovado – que tornou o São João de Areia Branca,  Patrimônio Cultural Imaterial de Sergipe, bem como do PL que institui no calendário do Estado a “Semana de Valorização do Artista Local”.

EDUCAÇÃO E TURISMO

Atendendo as demandas de estudantes, ela solicitou ao Governo de Sergipe, através da Indicação 582/22, a criação de laboratórios de química, biologia, informática, entre outros, e a construção de enfermaria no Colégio Estadual Leonardo Gomes de Carvalho Leite, em Cristinápolis.

O setor de turismo, um dos mais afetados pela pandemia de Covid-19 e que move parte da economia sergipana, também foi atendido pelo mandato da deputada. Através de emenda parlamentar, ela destinou R$ 40 mil para a divulgação e promoção da Rota Caminhos da Serra de Itabaiana, compreendendo o potencial turístico da região.

“Quando pensamos no desenvolvimento de Sergipe em termos econômicos e sociais, a atuação deve ser múltipla. Uma ação em uma área pode ter efeito benéfico em outra, seja direta ou indiretamente. A nossa atuação se dá através de um olhar apurado, estratégico e humanista, que entende a complexidade das diversas áreas que compõem o funcionamento do nosso querido Estado, de modo a proporcionar o melhor cenário para o povo sergipano”, afirmou Maria Mendonça.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter