Pular para o conteúdo
Início » “O centro não pode existir só no horário comercial”, declara Breno Garibalde

“O centro não pode existir só no horário comercial”, declara Breno Garibalde

Na manhã desta quinta-feira (12), o vereador Breno Garibalde utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju para reforçar a importância da valorização do patrimônio cultural da cidade, especialmente na região do centro.
“Fiquei muito feliz em ver que a galeria Álvaro Santos será reformada e que já está sendo feito o estudo do restauro do Palácio Inácio Barbosa, antiga sede da prefeitura de Aracaju. Espero que esse processo seja célere, dentro do possível, e que aconteça de forma participativa. Precisamos envolver a população, para que exista de fato um sentimento de pertencimento”, pontuou Breno.
O parlamentar, que é arquiteto e urbanista, também falou da importância de dar utilidade a esses espaços.
“Atualmente, o centro só funciona no horário comercial, passou das 18h já vira um deserto. Isso é muito triste e eu espero que, após essas reformas, os espaços tenham utilidade de fato e possam ser acessados pela população aracajuana. A prefeitura já declarou a intenção em transformar o Palácio numa pinacoteca, então estou otimista. Também é preciso pensar em incentivos fiscais para a vinda de mais estabelecimentos tipo bares, restaurantes, cafés e espaços culturais, para a região central”, disse.
Para finalizar, Breno afirmou que valorizar o centro, é valorizar nossa cultura.
“Essa região carrega muito da nossa identidade, abriga vários espaços que já foram os pontos principais da cidade e hoje muitos deles estão abandonados, sem falar nos que já foram destruídos. Através dessa valorização, a gente reforça a sensação de pertencimento, impulsiona o turismo e aumenta os postos de trabalho; todo mundo ganha”, declarou.
Texto: Camila Ramos
Foto: César de Oliveira