O sistema de transporte de passageiros de Aracaju poderá travar se nada for feito, diz Ricardo Marques

O vereador Ricardo Marques (Cidadania) reforçou mais uma vez a necessidade de se fazer a licitação do transporte de passageiros, na sessão desta terça-feira, 16 de novembro, na Câmara Municipal de Aracaju.

“O sistema do transporte de passageiros de Aracaju passa pela pior fase dos últimos 10 anos e pode parar a qualquer momento. São demissões em massa, ônibus velhos, passagem cara, empresas em recuperação judicial e nenhuma ação efetiva da prefeitura. O momento é grave.”

Recentemente teve mais uma demissão em massa no transporte. “Isso é apenas a ponta do iceberg. Caso a licitação não seja feita logo, quem vai pagar o pato é o passageiro, que já paga uma das tarifas mais caras do Brasil. Com a licitação as empresas terão direitos e deveres estabelecidos de forma clara e o poder público poderá cobrar um melhor serviço. Eu defendo a licitação sempre aqui, mas a Câmara precisa cobrar também”, apela.

Ricardo perguntou aos colegas se eles sabem qual foi a última vez que foi realizada a licitação do transporte público. “Alguém sabe? Aracaju é uma das poucas capitais que nunca fez a licitação”, lamenta.

Ricardo Marques também perguntou se os vereadores sabem desde quando o prefeito Edvaldo Nogueira fala da licitação ou esteve com prefeitos para falar do consórcio para grande Aracaju. “Eu tenho a resposta: desde 2012 que ele posta foto com prefeitos da Grande Aracaju e diz que vai fazer a licitação. Só postar fotos não resolve nada, o povo precisa de medidas efetivas. Basta de promessas, a população não aguenta mais e quer ação, melhores condições e transporte de qualidade”, defende.

O vereador finalizou reforçando a importância do trabalho legislativo. “A Câmara de Aracaju é um poder forte e não pode ser um puxadinho da Prefeitura de Aracaju. Nosso dever é cobrar, fiscalizar e defender o povo. Nós temos que trazer orgulho para o povo aracajuano”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *