Padre Inaldo gasta quase 400 mil com apenas três CCs nomeados na Educação

Três comissionados da Secretaria de Educação de Nossa Senhora do Socorro concentram quase 400 mil reais aos cofres públicos.

A crise financeira é o principal argumento dos gestores públicos para o corte de gastos e contenção de custos como reformas de escolas, melhorias na merenda escolar e materiais que poderiam melhorar o ensino no serviço público.

O município de Nossa Senhora do Socorro vem vivenciando um caos com relação à educação são quase 80 turmas sem professores, ou seja, mais ou menos 2 mil alunos estão sem aula há meses, por conta do encerramento do contrato dos professores substitutos; e a Semed não realizou um novo Concurso público ou até mesmo um Processo Seletivo Simplificado (PSS) para compor essas vagas. Isso sem falar que existem dezenas de escolas que estão sem reparos e melhorias em sua estrutura.

A Secretária Josevanda Franco, contratou através de CC (cargo em comissão), 03 pessoas que juntos oneram anualmente quase R$ 400 mil ao ano. Segundo o portal da transparência, o Assessor Especial I Pedro de Santana, recebe mensalmente R$ 11 mil, o mesmo valor salarial da própria secretária. Ainda as comissionadas Sandra Baldin e Lilian Ramos recebem mensalmente mais de R$ 8 mil reais. O que leva a Secretária a contratar essas 03 pessoas, que só elas equivalem a quase R$ 400 mil por ano? – somados os salários por mês x 13 meses, sem contar os direitos trabalhistas. Clique aqui para ver relação de todos servidores da Educação no mês de maio. Clique aqui para ver relação de todos servidores da Educação no mês de maio.

A Secretaria Municipal de Comunicação da prefeitura foi procurada na ultima sexta, 7, mas não se pronunciou até momento.

Email: contato@imprensa24h.com.br
Telefone: 79 98808-2651
Clique neste link para me enviar mensagens no WhatsApp

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta