Para ser candidato a governador, Rogério leva o PT ao isolamento político

Uma vez rompido na capital com o grupo que hoje comanda também o governo estadual, o PT terá que enfrentar nas urnas, este ano e em 2022, o agrupamento liderado pelo PSD, hoje maior força política do Estado

Anunciado desde outubro de 2018, o rompimento do Partido dos Trabalhadores (PT) com o bloco político liderado pelo prefeito Edvaldo Nogueira enfim se consolidou e atende a um objetivo claro: a disputa eleitoral de 2022, na qual o senador Rogério Carvalho pretende ser candidato a governador do Estado.

Deputado federal e presidente do diretório estadual do PT, João Daniel retardou enquanto pôde esse movimento de ruptura cristalizado logo após o primeiro turno das eleições de 2018, quando Rogério escancarou sua mágoa com Edvaldo, a quem considera não ter arregaçado as mangas pelo projeto petista ao Senado e à presidência da República.

Entretanto, para além disso, os petistas que aprovam o rompimento do partido com o bloco governista na capital – pois nem todas as correntes internas do partido apóiam a pré-candidatura de Márcio Macedo – queixam-se, também, de não terem sido contemplados na gestão Edvaldo à altura do capital político que dimensionam ter empregado para a vitória do prefeito em 2016.

Com discurso desencontrado, no day after ao anúncio do lançamento da pré-candidatura do PT à Prefeitura de Aracaju, petistas deram diversas entrevistas para justificar a saída do partido do arco de alianças que integravam há décadas e do qual eram protagonistas, pois sempre estiveram nas chapas majoritárias do agrupamento.

Com o resultado favorável das urnas em 2018, Rogério reavivou e pôs embaixo do braço o projeto de chegar à chefia do Executivo Estadual, objetivo maior e norte de toda sua atuação política desde quando Marcelo Déda governava Sergipe. Embora negue publicamente, essa é a motivação que o fez levar o PT à oposição em Aracaju.

Segundo cálculos de petistas sem mandato e sem votos, como Silvio Santos, uma vitória de Edvaldo nas eleições deste ano complicaria o projeto do PT em 2022, quando o partido pretende lançar o nome de Rogério Carvalho para suceder o governador Belivaldo Chagas, ainda que para isso seja preciso atropelar, outra vez, a correligionária Eliane Aquino.

Vice-governadora, a ex-primeira-dama do Estado pode assumir em definitivo o cargo de governadora a partir em abril de 2022, com uma possível renúncia de Belivaldo para disputar as eleições daquele ano, o que faria de Eliane candidata natural à reeleição do cargo. Esse possível cenário levaria Rogério a ter de enfrentar uma disputa interna no partido para ter seu nome nas urnas como candidato a governador.

Uma vez rompido na capital com o grupo que hoje comanda também o governo estadual, o PT se isola politicamente e envereda por um caminho oposicionista no qual terá que enfrentar nas urnas, já este ano e em 2022, o agrupamento liderado pelo PSD, hoje maior força política do Estado; em 2018, os social-democráticos foram os mais votados para a Assembleia Legislativa, onde mantêm a maior bancada, e o segundo em votação para a Câmara dos Deputados, além de terem as duas suplências da cadeira petista no Senado.

No cenário ora desenhado para o pleito do mês de outubro, com a crítica que fazem aos partidos de centro e centro-direita, não se vislumbra partidos com os quais o PT possa se coligar para concorrer à Prefeitura de Aracaju. Assim, isolados politicamente, os petistas seguem sem projetos claros para apresentar ao eleitorado da capital e apostam todas as fichas do seu capital político na imagem de Lula e na polarização do discurso do ‘nós contra eles’.

Com isso, o PT decidiu pagar para ver a força que detém em Aracaju e entra no cenário da pré-campanha projetando uma possível chegada ao segundo turno, ou seja, se antevê, desde já, distante de conquistar o respaldo popular do eleitorado aracajuano. Aposta semelhante fez o senador Valadares, quando rompeu com o grupo que integrou na eleição de 2016 e lançou o filho a candidatura do tudo ou nada de Valadares Filho em 2018.

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

 

Siga nossas redes :

Facebook
Instagram
Twitter

 

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta