Pular para o conteúdo
Início » Parque da Sementeira recebe doação de palmeira imperial do Instituto Banese

Parque da Sementeira recebe doação de palmeira imperial do Instituto Banese

A planta foi retirada do Museu da Gente Sergipana por questão de segurança. E como medida de responsabilidade ambiental foi doada ao parque.

Nesta segunda-feira, 06, o Instituto Banese esteve empenhado em uma importante ação de responsabilidade ambiental. No dia seguinte ao Dia Mundial do Meio Ambiente, foi transplantada uma das palmeiras imperiais localizadas no estacionamento do Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda. Agora, a planta de 12 metros de altura compõe a paisagem da alameda principal do Parque Augusto Franco, mais conhecido como Parque da Sementeira.

O procedimento, que envolveu uma logística de grande porte, foi necessário em virtude do risco iminente tendo em vista a proximidade da palmeira com a rede elétrica de alta tensão. E como medida de compensação ambiental, foi doada ao Parque da Sementeira, administrado pela Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb).

De acordo com a Diretora Administrativa e Financeira do Instituto Banese, Leila Cruz, a medida foi indispensável e reforça a preocupação do Instituto Banese com o meio ambiente. “O transplante da nossa palmeira ocorreu por motivos de segurança, contudo, consultamos profissionais especializados e adotamos todas as medidas necessárias para garantir sua sobrevivência. Entendemos que o replantio, realizado de forma adequada, é uma ação de sustentabilidade voltada para a preservação da espécie. ”, destaca Leila.

O presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos, Bruno Moraes, falou sobre essa parceria. “A parceria entre o Instituto Banese e a Emsurb para o transplante da palmeira foi importantíssima. Na Semana do Meio Ambiente, casou a necessidade da retirada da palmeira do museu com a necessidade da Emsurb, que estava com um local adequado disponível para receber mais um exemplar da palmeira, tendo em vista que temos outras no parque da mesma espécie. Dessa forma, todo mundo foi beneficiado: a cidade, o parque, o museu e a própria palmeira implantada, que agora embelezará ainda mais toda essa estrutura que é o Parque da Sementeira”, comemora.

O procedimento exigiu manejo especializado para garantir a sobrevivência da palmeira e a segurança de todos os envolvidos. Para isso, o Instituto Banese contou com a parceria da Emsurb, da Energisa e da Plantar Paisagismo que realizou a retirada e o replantio, além de acompanhar o transporte e o pós-plantio de modo a garantir a adaptação da planta em seu novo habitat.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter