PF apresenta novos detalhes sobre queda de avião em Aracaju

As investigações sobre a queda de um avião de pequeno porte no dia 6 de maio em Aracaju avançaram. A Polícia Federal informou nessa terça-feira, 8, que não foram encontradas irregularidades no que se refere as questões criminais, inclusive com relação ao dinheiro encontrado junto a aeronave, cerca de R$ 34 mil. As equipes da PF, ouviram testemunhas e fizeram perícia no local do acidente.

A queda do avião provocou a morte do piloto Adriano Leon. O inquérito sobre as investigações foi encaminhado ao Ministério Público Estadual (MPE).

O acidente também é investigado pelo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) II, órgão da Força Aérea Brasileira (FAB), com sede em Recife (PE). Sobre o ponto de vista técnico, ainda não foram apresentados resultados das investigações.

Entenda o caso 

O avião modelo Rav-10 caiu logo após decolagem do aeroporto de Aracaju. O piloto, Adriano Leon, de 32 anos, chegou a informar à torre de controle falhas no avião, ainda tentou fazer uma manobra para  retornar à pista do aeroporto, mas não conseguiu e caiu em uma área de mangue.

As buscas pelo corpo do piloto duraram três dias. Ele havia saíde do município de Unaí, no interior de Minas Gerais para trazer um empresário à capital sergipana. Após o desembarque do empresário em Aracaju, ele retornaria para Minas, mas logo após a decolagem a tragédia aconteceu.

Fonte: Fanf1

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Publicidade:
Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta