Pular para o conteúdo
Início » Prefeitura de Aracaju capacita guardas municipais para o Forró Caju 2022

Prefeitura de Aracaju capacita guardas municipais para o Forró Caju 2022

A Prefeitura de Aracaju, através da Guarda Municipal de Aracaju (GMA), órgão vinculado à Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), iniciou a preparação de seu efetivo para atuação no Forró Caju entre os dias 23 e 29 de junho.

Todos os integrantes da corporação passam pela capacitação que apresenta técnicas de abordagem, imobilização e condução, além da legislação vigente no tocante aos Direitos Humanos.

“O Forró Caju é um dos maiores eventos juninos do Nordeste, com atrações locais e nacionais, evento que faz parte do calendário junino brasileiro. Organizado pela Prefeitura de Aracaju, a festa deve atrair milhares de pessoas em cada uma das seis noites de evento. Como em anos anteriores, a segurança do perímetro interno da arena do forró será realizada pela GMA. Empregaremos cerca de 300 guardiões por noite, mas antes disso, realizamos mais um ciclo de capacitações e treinamentos a fim de termos um evento seguro e tranquilo”, afirma o diretor-geral da Guarda Municipal, subinspetor Fernando Mendonça.

Três instrutores do centro de treinamento da GMA se revezam na capacitação que acontece até o dia 20 de junho. Além dos guardiões de Aracaju, participam também, integrantes das Guardas Municipais de Graccho Cardoso e Simão Dias. De acordo com o Supervisor Marcos Pinto, instrutor da capacitação, o treinamento tem sido muito proveitoso para relembrar a técnicas de atuação em grandes eventos.

“Diferente do policiamento preventivo realizado no dia a dia, os grandes eventos, com presença de milhares de pessoas, requerem uma atuação diferenciada, com emprego de técnicas ainda mais apuradas. Nosso trabalho até o dia 20 de junho prevê treinar ao máximo os guardiões com as técnicas mais modernas da defesa pessoal, entre outras modalidades”, destaca Marcos.

Cerca da metade do tempo da capacitação tem sido dedicado a revisar os princípios legais e éticos da abordagem, revista pessoal e condução de suspeitos, visando sempre a garantia dos direitos humanos de todos os envolvidos em possíveis ocorrências e disciplinando o uso progressivo da força e o uso dos instrumentos de menor potencial ofensivo pelos agentes.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter