Prefeitura de Aracaju direciona ações contra o Aedes aegypti aos bairros com maiores índice de infestação

Seguindo com o trabalho de combate ao Aedes aegypti na capital sergipana, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), direcionará, na próxima semana, as ações de combate ao mosquito aos bairros que apresentam maiores índices de infestação: Santos Dumont, Soledade e Dom Luciano.
As equipes de combate às endemias seguem aplicando o fumacê costal com o objetivo de evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, trabalho que contemplará, nesta segunda-feira, 6, o bairro Santos Dumont; na terça-feira, 7, o bairro Soledade; e na quinta-feira, 9, o Dom Luciano.
De acordo com o gerente do Programa Municipal de Combate ao Aedes aegypti, Jeferson Santana, a aplicação é realizada por duplas de agentes, que atuam entre quatro e sete quarteirões, a partir das 17h, horário em que ocorre uma maior movimentação vetorial do mosquito. Essa aplicação do fumacê tem como objetivo eliminar o mosquito que já possa estar circulando naquela localidade.
“Após a aplicação, o inseticida fica no ar cerca de uma hora e trinta minutos, tempo suficiente para entrar em contato com os mosquitos, principalmente as fêmeas, que são as transmissoras das doenças. Nessas áreas, os agentes delimitam e fazem o bloqueio, com o objetivo de estancar a transmissão naquele espaço”, explica Jeferson.
Pontos estratégicos e substância
A ação é realizada uma vez por mês, nos locais considerados de grande concentração de depósitos de criadouros como, por exemplo, ferros-velhos e materiais de construção. O critério utilizado para aplicar o fumacê é baseado no número de casos registrados de doenças transmitidas pelo Aedes.
A substância utilizada no fumacê não apresenta riscos à saúde da população, nem aos animais domésticos, a menos que seja ingerida. É um método de bloqueio de transmissão, utilizado, sobretudo, entre momentos de picos das doenças, que permite combater um número maior de casos.
Colaboração
“A população é parte fundamental para evitar a proliferação do mosquito. É importante verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa e, uma vez por semana, lavar com água, sabão, e esfregar com escova os pequenos reservatórios móveis, como vasilha de água do animal de estimação e vasos de plantas e baldes. Precisamos da participação das pessoas, é preciso haver uma maior conscientização e responsabilidade. Cada um fazendo a sua parte, mantendo a casa limpa. Se cada cidadão fizer a sua parte, a gente consegue eliminar os focos de dengue”, orienta o gerente.
Parceria com a SES
A SMS segue reforçando o combate ao mosquito Aedes Aegypti com carro fumacê da Secretaria do Estado da Saúde (SES), quando dez bairros irão receber o reforço do carro fumacê no combate ao mosquito Aedes aegypti.
Porto Dantas, Bugio, Getúlio Vargas, América, industrial, São Conrado, Luzia, Suissa, Lamarão, e Coroa do Meio serão os bairro que receberão o carro fumacê na próxima semana, pois foram apontados como de alto risco no último Levantamento Rápido de Índice para o Aedes aegypti (LIRAa), instrumento que mede o índice de infestação do mosquito no território.
“A aplicação do inseticida do carro fumacê mata o vetor em sua fase adulta, por isso, reforçamos que é uma ação complementar e emergencial, considerando que o trabalho de controle do vetor está na visita domiciliar, na rotina do agente de endemias que atua na destruição da larva do mosquito. No entanto, isso não está acontecendo devido às medidas judiciais”, destaca Jeferson.

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *