Pular para o conteúdo
Início » Prefeitura de Aracaju orienta sobre os cuidados para evitar a circulação dos vírus durante o inverno

Prefeitura de Aracaju orienta sobre os cuidados para evitar a circulação dos vírus durante o inverno

É comum que, durante o período do inverno, as pessoas abram menos as janelas, se hidrate menos e também diminuam o ritmo da limpeza. Quando o tempo fica mais frio, as pessoas ficam mais vulneráveis a algumas doenças respiratórias, como viroses e síndromes gripais. Desta forma, a Prefeitura de Aracaju orienta sobre os cuidados para evitar a circulação dos vírus e outros agentes patológicos.

De acordo com a infectologista da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Fabrízia Tavares, é necessário redobrar os cuidados para não aumentar o número de infectados e não provocar uma sobrecarga no sistema de saúde.

“O que temos observado é que as pessoas têm se descuidado, negligenciando o período de tomar as doses de reforço da covid, não se vacinando contra influenza, além de descumprir a recomendação de utilizar máscara em locais fechados”, detalha Fabrizia.

Os mesmos cuidados que já vinham sendo tomados durante os dois anos de pandemia da covid-19, como lavar as mãos constantemente, fazer uso do álcool em gel, evitar aglomerações e o contato com pessoas infectadas, devem continuar fazendo parte da rotina da população. “Todos os hábitos aprendidos durante a pandemia, devem ser mantidos para a vida”, declara a médica.

Fabrízia Tavares ressalta que é estratégico, nesse período que estamos vivenciando, que as pessoas tenham consciência e compromisso de, também, manter as vacinas em dia, garantindo que a população esteja com o sistema imunológico protegido, com nível de anticorpos alto para proteger contra as formas graves das doenças. Além disso, é importante, ainda, fazer o isolamento social e o teste, quando apresentar sintomas.

“Muitas pessoas deixam de testar para covid por achar que é um resfriado. Mas estamos acompanhando o aumento do número de casos de covid, por isso a testagem é fundamental para que os casos sejam identificados, evitando um novo agravamento da pandemia”, salienta a infectologista.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter