Pular para o conteúdo
Início » Professora explica se vale a pena fazer uma segunda graduação

Professora explica se vale a pena fazer uma segunda graduação

Um bom currículo demonstra que a pessoa busca uma formação continuada e procura se manter atualizada diante das novas demandas e processos corporativos

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo repleto de constantes mudanças, muitas delas devido a chamada era digital, novas profissões estão surgindo, se reinventando e até mesmo sendo eliminadas. Portanto, cursar uma segunda graduação pode oferecer mais oportunidades com a possibilidade de mudança de carreira, quando alinhada à busca pela realização pessoal.

Segundo a professora tutora da Universidade Tiradentes (Unit), Mirilene Rodrigues, cursar uma segunda graduação, permite o aprofundamento na área de atuação ou em áreas relacionadas, além de atualizar algumas competências e ampliar as possibilidades de atuação sem precisar abrir mão dos conhecimentos que já foram adquiridos com a primeira graduação.

“Sem sombras de dúvidas, fazer uma segunda graduação vale muito a pena! Considerando que, a segunda graduação pode complementar a formação inicial, como também criar oportunidades e possibilidades inéditas, abrindo e expandindo novas portas para a atuação profissional. Sem esquecer que, o aluno na segunda graduação já mais experiente, consegue absorver melhor os conteúdos, no processo de ensino-aprendizagem”, explica.

Para que não haja arrependimento após a tomada da decisão, é necessário levar em consideração alguns pontos importantes. “O aluno precisa ter em mente um plano de carreira. Saber o que é mais importante neste aspecto, seja de imediato e/ou a longo prazo, saber as perspectivas de crescimento do setor a qual busca o novo curso. Refletindo também sobre as prioridades e interesses de mercado. Tendo em vista que, a escolha do curso deve estar alinhada aos objetivos profissionais e perspectivas de crescimento do mercado profissional”, diz a professora.

O perfil de aluno que possui duas ou mais graduações, é muito requisitado pelo mercado de trabalho, principalmente ao considerar que é mais vantajoso para as empresas ter profissionais com múltiplas habilidades de acordo com Mirilene. “A interdisciplinaridade é uma forte tendência nas mais variadas dimensões. Afinal, um bom currículo demonstra que a pessoa busca uma formação continuada e procura se manter atualizada diante das novas demandas e processos corporativos”, infere.

Embora ter uma segunda graduação seja vantajoso para quem busca ampliar os horizontes, muitas vezes esse sonho se torna inviável por conta da rotina exaustiva de conciliar trabalho com os estudos, sendo assim, a modalidade de Educação a Distância (EAD) é uma ótima opção para quem buscar ultrapassar esses obstáculos. “No ensino a distância, o aluno pode aumentar seu escopo acadêmico no âmbito teórico e prático, a qual dentre as quais conta com maior flexibilidade e autonomia no processo de estudo. Tendo suporte técnico, especializado e individualizado dos professores, pelo espaço virtual de aprendizagem”, aponta.

Sem contar nos diferenciais que são inúmeros. “Temos como exemplo a “bagagem” teórico e técnica; A maturidade profissional, que é uma das características mais exigidas no mercado de trabalho atual; tornar-se um profissional habilitado a realizar multitarefas, desempenhando bem várias funções sem gerar custos operacionais para empresa, são significativos diferenciais da concorrência. Como podemos observar sem dúvidas, um profissional que tem duas graduações no currículo sairá na frente nos processos seletivos e na esfera profissional em geral”, finaliza.

Asscom Unit

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter