Profissionais das forças de segurança e salvamento serão vacinados em Sergipe

Uma reunião entre a secretária de estado da saúde, Mércia Feitosa, o represente da polícia militar, Tenente-Coronel Melo e o comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Alexandre Alves, na manhã desta quinta, 01, traçou as estratégias para o início da vacinação dos trabalhadores das forças de segurança e salvamento que atuam na linha de frente no combate à Covid-19 em Sergipe.

O Ministério da Saúde divulgou uma nota técnica no dia 31, incluindo alguns grupos de profissionais das forças de segurança e salvamento e forças armadas. A coordenação geral do Plano Nacional de Imunização (PNI) recomenda que os estados vacinem os profissionais envolvidos nas ações de combate à Covid-19, ordenados por prioridade: trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar, trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19, trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

Os demais trabalhadores da segurança pública e forças armadas, que não se enquadrarem nas atividades descritas acima, deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, segundo o ordenamento descrito no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO).

Segundo a secretária Mércia Feitosa, Sergipe vai seguir todas as diretrizes do Plano Nacional de Imunização. “Estamos trabalhando de acordo com o PNI no direcionamento das nossas ações. Não mediremos esforços para adequar sempre que for necessário e reconhecemos a necessidade de vacinar os policiais que estão atuando na linha de frente e também expostos ao risco de contaminação”, destacou.

O Tenente-Coronel Melo disse que a corporação da Policia Militar em Sergipe tem 4.904 policiais e será feito o levantamento daqueles que se enquadram nos critérios do PNI. “Vamos fazer o filtro necessário para que, nesse primeiro momento, os policiais que estão diretamente envolvidos nas ações sejam vacinados. Vamos organizando e vacinando de acordo com a disponibilidade dos imunizantes”, destacou.

Para o comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Alexandre Alves, a vacinação será um grande alívio para os profissionais da corporação. “A reunião com a secretária nos trouxe uma grande esperança para que consigamos vacinar os nossos profissionais da linha de frente, o pessoal do ‘trem de socorro’ que atende diretamente a sociedade sergipana a serviço da saúde pública”, ressaltou.

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta