Pular para o conteúdo
Início » Programa da UFS proporciona emissão de título para jovens carentes

Programa da UFS proporciona emissão de título para jovens carentes

A ideia nesta edição é proporcionar a emissão do título para pelo menos cem jovens

Jovens com idades de 16 e 17 anos que ainda não possuem título eleitoral estão tendo a oportunidade de emitir o documento por meio de um projeto do Departamento de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Sergipe (UFS). De acordo com o professor Fábio Prado, do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal da UFS, a ideia nesta edição é proporcionar a emissão do título para pelo menos cem jovens, fazendo com que eles sejam inseridos no processo eleitoral do país.

“O voto é obrigatório a partir de 18 anos, mas aos 16 anos é facultativo, a pessoa já pode votar. Percebi, por meio de pesquisas, que atualmente o Brasil tem cerca de 6 milhões de jovens entre 16 e 17 anos, mas apenas 900 mil deles têm título de eleitor, é uma quantidade bem baixa. Aprofundando minha pesquisa, vi no TSE que em 1992 a quantidade de jovens com título nessa faixa etária era 3,2 milhões, e esse número foi caindo. Em 2018, foi 2,4 milhões”, pontua o professor Fábio.

Ele informa que cerca de 30 alunos do curso de Ciências Contábeis da UFS estão atuando para que seja possível fazer a emissão do título eleitoral desses cidadãos. “Percebi a necessidade de fazer uma ação para que os jovens pudessem, por meio do Projeto Jovem Eleitor, ter acesso ao título com nosso suporte. O público alvo é formado por jovens a partir de 15 anos, que farão 16 esse ano. Nós vamos até ONGs, escolas públicas e divulgamos esse trabalho. O jovem precisa levar sua documentação com foto, comprovante de residência e comprovante de alistamento militar, se for o caso. A gente faz o registro dos documentos e envia de forma virtual para o TSE, que analisa a documentação e emite o título de eleitor”, explica.

Importância social

Para o professor, além da importância técnica, o aluno que participa da ação, ainda lida com questões sociais. “O Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal da UFS tem um foco muito grande em cidadania, a gente faz essas ações com nossos alunos do curso de Ciências Contábeis, aumentando o acesso deles ao TSE, à Receita Federal, que são órgãos importantes para a vida profissional deles. Quando esses alunos fazem esses atendimentos para a população carente, eles estão ajudando pessoas que não fazem ideia, devido à desinformação, de como ter acesso a esses documentos, são pessoas em situação de vulnerabilidade”, ressalta.

Fábio Prado destaca ainda que o prazo para emitir o título eleitoral e participar das eleições de 2022 está esgotando. “O título deve ser solicitado até o próximo dia 4 de maio para possibilitar a participação na eleição de 2022. Quando o TSE emite o título, enviamos o documento para o jovem por meio de um aplicativo de troca de mensagens. Após 4 de maio, só será possível solicitar o documento para participar da eleição de 2024. Estamos tentando inserir no processo eleitoral o máximo de jovens que a gente conseguir”, declara.

No próximo dia 23 de abril, das 14h às 17h30, o Projeto Jovem Eleitor estará no Aracaju Parque Shopping, no bairro Industrial, em Aracaju. Jovens que farão 16 anos em 2022, que tenham 16 ou 17 anos, ou mesmo 18 e esteja em situação irregular, podem comparecer ao local levando a documentação necessária.

Ascom UFS

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter