Prontuário Afetivo: Uma alternativa de tratamento humanizado para pacientes internados com Covid-19

Confesso que a motivação inicial de destacar esse tema foi quando acompanhei histórias de dor intensa de pessoas que perderam entes queridos, por conta do Covid-19. E algumas dessas pessoas que eu não conhecia, não me eram próximos, mas o seu sofrimento intenso me fez sofrer junto e partilhar aquela perda, aquela dor. Conhecendo essa iniciativa do Prontuário Afetivo, do Hospital Universitário de Brasília, no Distrito Federal, amplamente publicada
nas redes sociais, quis compartilhar nesse espaço de Saúde da Alma. Quero destacar a seguir o que o Prontuário Afetivo representa para os pacientes internados (e para os entes próximos que o acompanha) e também quero deixar a sugestão de um Prontuário Afetivo de Memórias Póstumas para todos que estão tratando na alma, da dor da perda.

Em primeiro lugar, o Prontuário Afetivo é um método de humanizar o ambiente hospitalar de tratamento nas UTIs para os pacientes internados com Covid-19, onde é feito uma lista de coisas de que tragam bem-estar para o
paciente como o time de futebol preferido, gosto musical preferido etc. E ao despertar da sedação ele possa receber essa interação tanto dos acompanhantes como dos profissionais de saúde. O que rotineiramente é feito
como um boletim diário de quadro clínico do paciente, passa a ser incluído suas reações emocionais através dessa interação que fica fixada em uma folha com as anotações informadas pelos acompanhantes no leito do paciente em estado de sedação. Uma constatação feita no referido hospital foi da reação dos acompanhantes que por conta do isolamento, ficam sem informação (do paciente), e quando a equipe pergunta de uma informação afetiva, sentem um
cuidado maior, essa foi a avaliação da equipe de saúde. E em seguida a reação do paciente ao despertar da sedação quando lê aquele prontuário com os seus gostos pessoais informados, ou escutam um trecho do futebol, ou de música esboçam bem-estar nos seus semblantes o que auxilia no tratamento como um
todo.

Em segundo lugar e por último, gostaria de deixar como sugestão para pessoas que estão vivenciando as memórias póstumas de quem (ou de entes queridos) que marcou suas vidas, e dessas memórias póstumas (após a vida) criar um Prontuário Afetivo de boas lembranças, de todo bem que aquela pessoa tão querida representou para você, faça uma lista, ou por escrito, ou nas lembranças, e espero que essa metodologia de tratamento (póstuma) de alma
seja o alcance de um conforto emocional para tantos que estão vivenciando o luto de quem lhes foi tão especial. Essa página se solidariza a esse momento vivido no país e no mundo publicando e destacando essa iniciativa humanizada.
Deixo um abraço sincero e carinhoso a todos os leitores e todos que se solidarizam com a saúde emocional.

Meu nome é Andréa Modesto e estaremos aqui semanalmente conversando nesta coluna. Me siga no meu canal do You Tube: Andréa Modesto ou Facebook: www.facebook.com/andrea.liberty.5/saúde-da-alma. Instagram:
andrea.liberty.5

 

 

 

 

Andréa Modesto
Assistente Social
Pós Graduanda em Saúde da Familia
Mestranda em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente
Atua na área da saúde emocional autora do Projeto Saúde
da Alma.
E-mail: anmosa21@gmail.com

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Publicidade:

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta