Pular para o conteúdo
Início » Relator vota contra Valmir e ex-prefeito permanece inelegível; julgamento foi suspenso

Relator vota contra Valmir e ex-prefeito permanece inelegível; julgamento foi suspenso

O ministro Sérgio Banhos, relator no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do recurso apresentado por Valmir de Francisquinho contra a decisão que lhe tornou inelegível, votou pela manutenção da cassação dos direitos políticos do ex-prefeito de Itabaiana.

Réu por corrupção e por improbidade administrativa em outros dois processos, Valmir foi condenado pela Justiça Eleitoral por abuso do poder político, em 2019. De acordo com investigação do Ministério Público Eleitoral, ele utilizou a estrutura da prefeitura em favor da candidatura do filho Talysson.

“Ficou amplamente comprovado que Valmir dos Santos atuou como protagonista da campanha de seu filho, utilizando a máquina pública em seu favor”, destacou o ministro relator ao votar contra os argumentos apresentados pela defesa de Valmir.

Houve pedido de vista e o julgamento foi suspenso. A análise do caso só será retomada pelo TSE quanto o ministro que pediu mais tempo para analisar o processo apresente o voto-vista. Com isso, Valmir permanece inelegível.

Para o Ministério Público Eleitoral, “não há dúvida” de que as ações “comprovadamente realizadas” por Valmir e Talysson estão revestidas de gravidade e, por isso mesmo, configuram a prática de abuso de poder político e econômico”.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter